Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9902
Title: Pressão arterial no início da vida: um companhamento ambulatorial a longo prazo
Pressão arterial no início da vida: um companhamento ambulatorial a longo prazo
Authors: Xavier, Cynthia Cibelle dos Santos
Keywords: Lactente. Recém-nascido. Pressão arterial. Hipertensão. Fatores de risco. Perfil epidemiológico.;Lactente. Recém-nascido. Pressão arterial. Hipertensão. Fatores de risco. Perfil epidemiológico.;Infant. Newborn. Blood pressure. Hypertension. Risk factors. Epidemiological profile.;Infant. Newborn. Blood pressure. Hypertension. Risk factors. Epidemiological profile.
Issue Date: 30-Oct-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: XAVIER, Cynthia Cibelle dos Santos. Pressão arterial no início da vida: um acompanhamento ambulatorial a longo prazo. 2019. 33 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Santa Cruz, RN, 2019.
Portuguese Abstract: Objetivo: Analisar os valores normais da pressão arterial (PA) em sujeitos saudáveis nascidos a termo em uma região no Nordeste brasileiro no seu primeiro ano de vida. Metodologia: Trata-se de um estudo de coorte de nascimentos realizado entre abril de 2017 e novembro 2018 com uma amostra por conveniência, composta por recém-nascidos a termo (37 a 41 semanas e 6 dias), adequados para a idade gestacional, de ambos os sexos e saudáveis. As avaliações da PA foram realizadas por método oscilométrico ao 1º e 28º dias de vida e repetida com 1 ano de idade. Na análise estatística, o teste de Kolmogorov-Sminorv foi usado para verificar a aderência das variáveis à curva de normalidade. A estatística descritiva expressa em média e desvio padrão (DP) para as variáveis numéricas e, frequências e porcentagens para as categóricas. A associação das variáveis numéricas foi feita pelos testes de Correlação de Pearson e de Spearman. Para comparação entre os valores da PA nos diferentes momentos ao longo do primeiro ano de vida, foi realizado o teste Anova de medidas repetidas, adotando-se o Post Hoc de Sidak. As análises foram realizadas pelo SPSS® versão 20, com intervalo de confiança de 95% e nível de significância de p < 0,05. Resultados: Foram avaliados 206 sujeitos, e 42 reavaliados com 1 ano de idade. Dos 206, 112 eram meninos. A média da pressão arterial sistólica (PAS) em mmHg foi de 67 (±12,65) no 1º dia, 78 (±13,17) do 28º dia e 116 (±143,33) com 1 ano de idade. A média da pressão arterial diastólica (PAD) em mmHg foi de 36 (±16,08), 48 (±14,18), e 80 (±129,39), respectivamente. Conclusão: O comportamento da PA do RN a termo foi progressivo no primeiro ano de vida, com diferença significativa nos três momentos de avaliação, apresentando uma evolução da PAS e PAD, similar aos achados em outras regiões.
Abstract: Objective: To analyze normal blood pressure (BP) values in healthy subjects born at term in a region in Northeast Brazil in their first year of life. Methodology: This was a birth cohort study conducted between April 2017 and November 2018 with a convenience sample of full-term gestational age infants (37-41 weeks and 6 days) of both sexes and healthy. BP assessments were performed by oscillometric method at 1 and 28 days of age and repeated at 1 year of age. In the statistical analysis, the Kolmogorov-Sminorv test was used to verify the adherence of the variables to the normality curve. Descriptive statistics expressed as mean and standard deviation (SD) for numerical variables and frequencies and percentages for categorical variables. The association of numerical variables was made by Pearson and Spearman correlation tests. To compare BP values at different times during the first year of life, the Anova repeated measures test was performed, using the Sidak Post Hoc. The analyzes were performed by SPSS® version 20, with a 95% confidence interval and a significance level of p <0.05. Results: 206 subjects were evaluated and 42 reassessed at 1 year of age. Of the 206, 112 were boys. The mean systolic blood pressure (SBP) in mmHg was 67 (± 12.65) on day 1, 78 (± 13.17) on day 28 and 116 (± 143.33) at 1 year of age. The mean diastolic blood pressure (DBP) in mmHg was 36 (± 16.08), 48 (± 14.18), and 80 (± 129.39), respectively. Conclusion: The behavior of term NB BP was progressive in the first year of life, with significant difference in the three evaluation moments, presenting an evolution of SBP and DBP, similar to the findings in other regions.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9902
Other Identifiers: 2015006971
Appears in Collections:FACISA - Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC CYNTHIA XAVIER.pdf677.78 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons