Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9897
Title: Teatro experimental do negro: a construção de uma identidade no período da modernizaçao do teatro brasileiro
Authors: Medeiros, Éric Inácio de
Keywords: Teatro brasileiro;Teatro experimental do negro;Identidade;Dramaturgia;Modernização do teatro
Issue Date: 27-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MEDEIROS, Éric Inácio de. Teatro experimental do negro : a construção de uma identidade no período da modernização do teatro brasileiro. 2019. 59 f. Monografia (Licenciatura em Teatro) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Este trabalho se propõe a refletir sobre o Teatro Experimental do Negro (TEN) considerando sua inserção no processo de modernização do teatro brasileiro e seu papel na construção de uma identidade cultural negra em meados do século XX. Para tanto, contextualiza-se historicamente a criação do grupo e analisa-se panoramicamente sua atuação não somente no âmbito estético, mas também no campo social, apontando a importância do conjunto tanto para a história do teatro brasileiro, quanto no combate ao racismo e à exotização da cultura negra e afro-brasileira. Em seguida, faz-se uma análise da peça O Filho Pródigo (1947), escrita por Lúcio Cardoso, e apresentada pelo grupo em 1947, buscando compreender de que modo a questão da identidade negra foi tratada pelo grupo no período.
Abstract: This paper aims to reflect on the Teatro Experimental do Negro (TEN) considering its insertion in the process of modernization of the brazilian theater and its role in the construction of a black cultural identity in the mid-twentieth century. To this end, the group's creation is historically contextualized and its performance analyzed in a panoramic way, not only in the aesthetic context, but also in the social field, pointing out the importance of the whole for the history of brazilian theater, as well as in the fight against racism and exoticization of black and afro-brazilian culture. Next, an analysis of the play O Filho Pródigo (1947), written by Lúcio Cardoso, and presented by the group in 1947, seeking to understand how the issue of black identity was dealt with by the group in the period.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9897
Other Identifiers: 2014046909
Appears in Collections:Teatro

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC ERIC MEDEIROS.pdf4.41 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.