Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9823
Title: Qualidade de vida e participação social em pacientes pós-acidente vascular cerebral
Other Titles: Quality of life and social participation in post stroke patients
Authors: Silva, Emanoelle Cristiany Vilela da
Keywords: AVC, Participação Social, Qualidade de Vida.;Stroke, Social Participation, Quality of Life.
Issue Date: 29-Oct-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: VILELA, Emanoelle Cristiany. Qualidade de vida e participação social em pacientes pós-acidente vascular cerebral. 2019. 73 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Santa Cruz, RN, 2019.
Portuguese Abstract: Introdução: Sabe-se que a qualidade de vida e participação social de indivíduos após o Acidente Vascular Cerebral (AVC) são afetadas, porém ainda permanece desconhecido quais variáveis se relacionam causando essas alterações. Objetivo: estudar a qualidade de vida e participação social dos pacientes pós-AVC na Região do Trairi. Metodologia: Estudo de caráter transversal prospectivo, do tipo observacional com amostra por conveniência, realizado no ambulatório de Fisioterapia da Clínica Integrada da Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (Facisa/UFRN). Selecionados 34 pacientes que foram submetidos a uma avaliação e analisados os dados por meio do programa BioEstat 5.3. Foram aplicados os seguintes escalas: Mini Exame do Estado Mental (MEEM), Medida de Independência Funcional (MIF), a escala de desempenho físico de Fugl-Meyer, Avaliação Sensitiva de Nottingham (ASN), o inventário de depressão de Beck (Beck Depression Inventory, BDI-II) e a avaliação dos hábitos de vida (LIFE-H 3.1) e questionário World Health Organization Quality of Life - bref, WHOQOL-bref. Resultados: A qualidade de vida dos indivíduos estudados encontra-se reduzida pela metade do esperado, apresentando menores pontuações a nível da nutrição, moradia, mobilidade, responsabilidades e recreação (WHOQOL-bref) e no questionário LIFE-H mostrou-se restrição nas relações sociais. Conclusão: Percebe-se então que a qualidade de vida e a participação social são fortemente afetas no pós-AVC seja ele em estado agudo ou crônico sugere-se que os profissionais fisioterapeutas possam introduzir em seu plano terapêutico, treinos funcionais que ajudem ao paciente a transpor barreiras que ele encontra no dia a dia, contribuindo assim para uma possível melhora da qualidade de vida e participação social destes indivíduos.
Abstract: Introduction: It is known that the quality of life and social participation after stroke are affected, but the variables that affect these changes are still unknown. Objective: To study the quality of life and social participation of patients after stroke in the Trairi Region. Methodology: Prospective cross-sectional observational study with convenience sample, conducted at the Physiotherapy outpatient clinic of Trairi Health Sciences Faculty (Facisa / UFRN). We selected 34 patients who underwent an evaluation and analyzed the data through the BioEstat 5.3 program. The following measures were taken: Mini Mental State Examination (MMSE), Functional Independence Measure (FIM), a Fugl-Meyer Physical Performance Scale, Nottingham Sensitive Assessment (ASN), or Beck Depression Inventory (Beck Depression). Inventory, BDI-II) and Lifestyle Assessment (LIFE-H 3.1) and World Health Organization Quality of Life Questionnaire - bref, WHOQOL-bref. Results: The quality of life of the students studied is reduced by half of the expected, presenting lower scores on the level of nutrition, housing, mobility, requirements and recreation (WHOQOL-bref) and without the LIFE-H questionnaire. social relationships. Conclusion: It can be seen that the quality of life and social participation are strongly affected after stroke. It is the acute or chronic state that helps physical therapists to use functional training that helps in their transport plan. barriers they encounter in their daily lives, thus contributing to a possible improvement in the quality of life and social participation that these individuals use.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9823
Other Identifiers: 2015031034
Appears in Collections:FACISA - Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Qualidadedevida_Silva_2019.pdf1.69 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons