Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9804
Title: Perfil epidemiologico dos pacientes com disfunção da coluna vertebral atendidos na unidade de reabilitação músculo-esquelética da ufrn
Authors: Correia, Déborah Carolinne do Nascimento Câmara
Keywords: Coluna Vertebral, Dor Crônica, Estudo Epidemiológico.;Vertebral Spine, Chronic Pain, Epidemiological Study.
Issue Date: 22-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CORREIA, Déborah Carolinne do Nascimento Câmara. Perfil epidemiologico dos pacientes com disfunção da coluna vertebral atendidos na unidade de reabilitação músculo-esquelética da UFRN. 2019. 33f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Departamento de Fisioterapia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: INTRODUÇÃO: os problemas crônicos relacionados a coluna, representam importantes agravos pertencentes a saúde pública, de acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS 2013), 45% da população adulta do Brasil relatou ter pelo menos uma das doenças crônicas não transmissíveis, onde a dor de coluna ficou em segundo lugar (18,5%), diante de todos os outros acometimentos, e a região lombar foi a mais acometida. OBJETIVOS: o objetivo deste estudo foi traçar um perfil epidemiológico dos sujeitos que apresentam disfunção da coluna vertebral, identificando a prevalência e os fatores associados ao problema crônico de coluna. MÉTODOS: trata-se de um estudo analítico, de corte transversal, aplicados a uma amostra de pacientes atendidos na Unidade de Reabilitação musculoesquelética do Departamento de Fisioterapia da Universidade federal do Rio Grande do norte (UFRN). As variáveis analisadas foram a prevalência dos problemas crônico de coluna e fatores associados como sociodemográficos, antropométricos, e clínicos. Para processamento, armazenamento e análise dos dados foi utilizado o programa estatístico SPSS (Statistical Package for the Social Sciences), versão 20.0. RESULTADOS: foram considerados 50 sujeitos, com idade média de 44 anos, onde todos referem problema crônico de coluna. Os fatores associados à patologia foram: idade, gênero, estado civil, escolaridade, profissão, estado nutricional, queixa principal, diagnóstico clínico e diagnóstico cinésiofuncional. CONCLUSÃO: conclui-se que os problemas relacionados à coluna atingem diretamente a qualidade de vida da população acometida, devido ao impacto gerado na vida pessoal e profissional. Portanto, o desenvolvimento de ações específicas de prevenção e promoção poderá contribuir na redução dos impactos na saúde dos indivíduos, além de diminuir os custos com o tratamento dos pacientes no âmbito do Sistema Único de Saúde, bem como de forma individual.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9804
Other Identifiers: 2015005482
Appears in Collections:Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Perfilepidemiologicodospacientescomdisfunção_CORREIA_2019Texto Completo938.54 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.