Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9797
Title: A manifestação estética de ilustrações artivistas: a propagação da ilustração "O conhecimento destrói mitos"
Other Titles: The aesthetic manifestation of artivist illustrations: the spread of the illustration "O conhecimento destrói mitos"
Authors: Cardoso, Endrew Michel da Silva
Keywords: Ilustração;Ativismo;Mídia Propagável;Comunicação Social
Issue Date: 13-Dec-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CARDOSO, Endrew Michel da Silva. A manifestação estética de ilustrações artivistas: a propagação da ilustração "O conhecimento destrói mitos". 2019. 43f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda) - Departamento de Comunicação Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: O presente trabalho teve como objetivo principal analisar a propagação da ilustração “O conhecimento destrói mitos”. Para isso, foi preciso fazer uma pesquisa bibliográfica para entender o papel da arte na sociedade. Através de sua manifestação estética, alguns artistas acabam fazendo também o papel de ativistas, gerando debates sobre determinado assunto e pessoas consomem a arte deles como uma forma de identificação a o que eles dizem. Por esse motivo, esse produto criativo pode propagar e alcançar um alcance inesperado pelo artista. Para alcançar os objetivos do trabalho, foi realizada também um estudo de caso da arte criada pela ilustradora potiguar Amanda Lopes, por meio de uma entrevista semi-estruturada, e posteriormente uma análise das informações obtidas. A pesquisa buscou aporte teórico em autores como Henry Jenkins (2014), Priscila Arantes (2005), Gui Bonsiepe (2011) e Gisela Belluzo (2009) como referências mais relevantes. As conclusões desta pesquisa revelam curiosidades sobre a mídia propagável e mostram que a força do artivismo só tem previsão de crescer. Na questão sócio-político, elas permitem que o artista se expresse, pessoas se identifiquem, e acabem comprando a ideia de uma maneira mais rápida e eficaz.
Abstract: The present work had as main objective to analyze the propagation of the illustration "O conhecimento destrói mitos". For this, it was necessary to do a bibliographic research to understand the role of art in society. Through their aesthetic manifestation, some artists also end up playing the role of activists, generating debate on a particular subject, and people consume their art as a way of identifying what they say. For this reason, this creative product can propagate and reach an unexpected range for the artist. To achieve the objectives of the work, a case study of the art created by the illustrator Amanda Lopes, through a semi-structured interview, and later an analysis of the information obtained was also performed. The research sought theoretical support in authors such as Henry Jenkins (2014), Priscila Arantes (2005), Gui Bonsiepe (2011) and Gisela Belluzo (2009) as the most relevant references. The findings of this research reveal curiosities about spreadable media and show that the power of artivism is only forecast to grow. In the socio-political question, they allow the artist to express himself, to identify himself, and to buy the idea faster and more effectively.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9797
Other Identifiers: 20150128396
Appears in Collections:Comunicação Social - Publicidade e Propaganda

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AManifestaçãoEstética_Cardoso_2019.pdf1.77 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons