Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9780
Title: A doença falciforme e as políticas públicas no Brasil
Authors: Nascimento, Kalyne de Oliveira
Keywords: Doença falciforme;Hemoglobina S;Política pública
Issue Date: 18-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: NASCIMENTO, Kalyne de Oliveira. A doença falciforme e as políticas públicas no Brasil. 2019. 36 f. Monografia (Graduação em Biomedicina) – Centro de Biociências. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2019.
Portuguese Abstract: As hemácias de constituição normal apresentam em seu interior, prioritariamente, a hemoglobina (Hb) A, possuem morfologia no formato bicôncavo e têm capacidade de deformabilidade, características que garantem a troca de oxigênio no organismo durante o seu tempo de sobrevida. Uma mutação no códon 6 da globina β resulta na substituição de aminoácidos e à consequente produção de uma hemoglobina alterada, denominada HbS. A doença falciforme é uma das patologias hereditárias mais comuns do mundo e representa um grupo de doenças caracterizadas pela produção de HbS em maior concentração, com um percentual de mais que 50 por cento, sendo a anemia falciforme, representada pela homozigose da HbS, a sua forma clínica mais grave. Quando desoxigenadas, as hemácias contendo hemoglobina S tendem a adquirir o formato de foice, devido à polimerização da HbS, o que resulta nas vaso oclusões e hemólise, que desencadeiam o principal sintoma desta enfermidade– a dor crônica. O diagnóstico da doença é feito através de exames laboratoriais, sendo a eletroforese de hemoglobina e/ou a cromatografia líquida de alta performance bastante utilizadas para evidenciar o genótipo do paciente. Para o tratamento, a hidroxiureia é o medicamento de escolha e atua na prevenção das crises álgicas, dentre outros benefícios. Em decorrência das crises de dores crônicas, os pacientes com doença falciforme podem enfrentar alguns problemas sociais, como por exemplo, dificuldade no rendimento acadêmico e na interação com familiares e colegas. Nessa perspectiva, são imprescindíveis ações de políticas públicas necessárias para garantir acesso ao diagnóstico, tratamento e acompanhamento de qualidade aos pacientes. No Brasil, a doença falciforme teve a sua importância e gravidade reconhecidas pelo governo e atualmente, dentre algumas portarias e leis, duas importantes políticas asseguram o direito aos pacientes desta enfermidade que são o Programa Nacional de Triagem Neonatal e a Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doença Falciforme e outras Hemoglobinopatias. Em relação aos benefícios para suprir as necessidades desses pacientes, não há nada concretizado, somente através da Lei Orgânica da Assistência Social, benefício esse concedido somente se o paciente cumprir todos os requisitos que a lei impõe.
Abstract: Red cells of normal constitution present, in their interior, as a priority, the hemoglobin (Hb) A, have a biconcave shape and deformability, characteristics that ensure the exchange of oxygen in the body duringyour survival time. A mutation in codon 6 of globin β results in the substitutionamino acids and the consequent production of an altered hemoglobin, called HbS. Sickle cell disease is one of the most common hereditary pathologies in the world and represents a group of diseases characterized by the production of HbS in greater concentration, with a percentage of more than 50 percent, being sickle cell anemia, represented by homozygosis of HbS, its most severe clinical form. Whende oxygenated cells, red blood cells containing hemoglobin S tend to take the form of sickle, due to HbS polymerization, which results in vessel occlusions and hemolysis, whichtrigger the main symptom of this disease - chronic pain. The diagnosis of The disease is made through laboratory tests, with hemoglobin electro phoresis and / or high performance liquid chromatography widely used topatient's genotype. For treatment, hydroxyurea is the medicine of choice andacts in the prevention of pain crises, among other benefits. Due to crises In chronic pain patients with sickle cell disease may face some social problems, such as difficulty in academic achievement and interaction with family and colleagues. From this perspective, actions of public policies necessary to ensure access to diagnosis, treatment and quality follow-up to patients. In Brazil, sickle cell disease had it simportance and gravity recognized by the government and currently, among some ordinances and laws, two important policies ensure the right of patients in this disease that are the National Neonatal Screening Program and the National PolicyCare Center for People with Sickle Cell Disease and other Hemoglobinopathies. Regarding the benefits to meet the needs of these patients, there is not hingonly through the Organic Law of Social granted only if the patient meets all the requirements that the law imposes.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9780
Other Identifiers: 2014094183
Appears in Collections:Biomedicina

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia - Kalyne de Oliveira Nascimento.pdf758.96 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.