Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9778
Title: Análise dos adulterantes encontrados em amostras de cocaína apreendidas no Rio Grande do Norte no período de janeiro a junho de 2019
Authors: Almeida, Daniel José da Cunha
Keywords: Adulterantes;Cocaína;Cromatografia
Issue Date: 22-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ALMEIDA, Daniel José da Cunha. Análise dos adulterantes encontrados em amostras de cocaína apreendidas no Rio Grande do Norte no período de janeiro a junho de 2019. 2019. 41 f. Monografia (Graduação em Biomedicina) – Centro de Biociências. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2019.
Portuguese Abstract: A maior parte da cocaína apreendida no Rio Grande do Norte, bem como em outros estados brasileiros não é 100% pura. Com objetivo de aumentar o lucro deste comercio ilegal, traficantes diluem o cloridrato de cocaína em substancias inertes com propriedades físicas similares ao entorpecente, tal qual o amido de milho e bicarbonato. Em consequência disto, tem-se na mesma proporção a diminuição dos efeitos ocasionados pela cocaína. Com a finalidade de potencializar e/ou mimetizar tais efeitos, acrescenta-se a cocaína substancias fármaco ativas de fácil obtenção e baixo custo denominadas adulterantes, a exemplo a cafeína e o levamisol. Desse modo, o presente trabalho visa identificar os adulterantes encontrados nas amostras de cocaína apreendidas no Estado no período de janeiro a junho de 2019, bem como comparar duas técnicas cromatográficas empregadas nesta pesquisa, uma de baixo custo e de fácil reprodutibilidade, a cromatografia em camada delgada, e outra com alto poder de resolução e maior sensibilidade, a cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massas. O objetivo do trabalho é construir uma base de dados com as informações coletadas durante a pesquisa que possam auxiliar o serviço de inteligência policial e o Poder Público, na adoção de estratégias e políticas de combate ao narcotráfico. Somado a isso, há ainda o intuito de esclarecer e discutir os efeitos toxicológicos destes adulterantes, tendo em vista sua importância na esfera da saúde pública.
Abstract: Most of the cocaine seized in Rio Grande do Norte as well as in other Brazilian states is not 100% pure. In order to increase the profit of this illegal trade, traffickers dilute cocaine hydrochloride into inert substances with similar physical properties to narcotics, such as cornstarch and bicarbonate. As a result, there is a similar reduction in the effects of cocaine. In order to potentiate and / or mimic such effects, cocaine is added to easily obtainable, low-cost active drug substances called adulterants, such as caffeine and levamisole. Thus, the present work aims to identify the adulterants found in cocaine samples seized in the state from January to June 2019, as well as to compare two chromatographic techniques employed in this research, one of low cost and easy to reproduce, the chromatography layer. thin, and another with high resolution power and greater sensitivity, gas chromatography coupled with mass spectrometry. The objective of the work is to build a database with the information collected during the research that can help the police intelligence service and the Government, in the adoption of strategies and policies to combat drug trafficking. In addition, there is still the intention to clarify and discuss the toxicological effects of these adulterants, considering their importance in the public health sphere.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9778
Other Identifiers: 2016003366
Appears in Collections:Biomedicina



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons