Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9769
Title: Evolução do emprego formal no Rio Grande do Norte no novo milênio
Other Titles: Evolution of formal employment in Rio Grande do Norte in the new millennium
Authors: Silva, Caio Cezar Fernandes da
Keywords: Emprego formal;Rio Grande do Norte;Desenvolvimento econômico
Issue Date: 29-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Caio Cezar Fernandes da. Evolução do Emprego Formal do Rio Grande do Norte no Novo Milênio. 2019. 82f. Monografia (Graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: O objetivo desse trabalho é investigar o modo como a economia do Rio Grande do Norte passou pelo ciclo dinâmico dos empregos no período de 2004 a 2014, verificar as dependências históricas desse crescimento com os paradigmas herdados dos anos 1990 e da formação econômica subdesenvolvida através do espaço. Também se verificou a composição setorial da geração de empregos por território e as modificações com a crise que se instaurou a partir de 2015. A análise leva a conclusão de que apesar do crescimento substantivo dos empregos e dos ganhos sociais relevantes, o período de crescimento da demanda efetiva não foi suficiente para modificar qualitativamente o fluxo circular da economia, sem transferir trabalhadores para setores com maior produtividade. Constituindo-se assim em um modelo de crescimento frágil, cujos resultados são reversíveis em curto prazo com a perda de dinamicidade da economia.
Abstract: The objective of this paper is to investigate how the economy of Rio Grande do Norte went through the dynamic cycle of jobs from 2004 to 2014, checking the historical dependencies of this growth with the paradigms inherited from the 1990s and the underdeveloped economic formation through space. The sectoral composition of job creation by territory and changes with the crisis that began in 2015 were also verified. The analysis leads to the conclusion that despite the substantial growth in jobs and the relevant social gains, the period of growth of effective demand was not sufficient to qualitatively modify the existing circular economic stream without transferring workers to higher productivity sectors. Thus, constituting a model of fragile growth, whose results are reversible in the short term with the loss of dynamics of the economy.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9769
Other Identifiers: 2015035427
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EvolucaoEmpregoFormal_Silva_2019.pdf1.7 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons