Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9758
Title: Prevalência do vírus zika no Estado do Rio Grande do Norte no período de 2014 a 2015
Authors: Rodrigues, Rebecca Laís Silva
Keywords: Zika vírus;Zika virus;arboviroses;arbovirus;prevalência de arboviroses;prevalence of arbovirus
Issue Date: Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: RODRIGUES, Rebecca Laís Silva. Prevalência do vírus zika no Estado do Rio Grande do Norte no período de 2014 a 2015. 2019. 43 f. Monografia (Graduação em Biomedicina) – Centro de Biociências. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2019.
Portuguese Abstract: O vírus Zika (ZIKV) é um arbovírus pertencente à família Flaviviridae e ao gênero Flavivirus, e está intimamente relacionado aos vírus da febre amarela, dengue, vírus do Nilo Ocidental e vírus da encefalite japonesa. Foi isolado pela primeira vez em Uganda, no continente africano, em abril de 1947 na Floresta Zika. Além da transmissão vetorial pela picada das fêmeas do mosquito do gênero Aedes infectadas, o ZIKV também pode ser transmitido pelo contato sexual, por transfusões de sangue e verticalmente da mãe para o filho, durante a gestação. Quando sintomática, as manifestações clínicas ocorrem, em média, de 3 a 7 dias após a inoculação do vírus pelo mosquito, e inclui febre, dor de cabeça, artralgia, mialgia, conjuntivite, vômito, fadiga e exantema maculopapular. O objetivo do presente estudo foi pesquisar a presença do vírus Zika em amostras de sangue total e de soro, obtidas de pacientes com suspeita clínica de infecção por esse patógeno. Foram analisadas 353 amostras de soro e sangue total, provenientes de diversos municípios do Estado do Rio Grande do Norte, coletadas no período de 2014 e 2015. As amostras foram processadas para a extração do RNA total, para a síntese de cDNA e para a transcrição reversa seguida da reação em cadeia da polimerase em tempo real (RT-qPCR), usando iniciadores específicos para uma região do genoma viral. A taxa de prevalência global da infecção no período estudado foi de 17,6%, sendo 10,4% no ano de 2014 e 21,0% em 2015. A distribuição dos casos confirmados da doença, de acordo com o gênero, mostrou que as taxas de prevalência foram praticamente as mesmas para homens e mulheres, com valores de 17,3% e 17,7%, respectivamente. Foram diagnosticados casos da infecção pelo vírus Zika em todas as faixas etárias, mas a maioria dos pacientes infectados estavam na faixa etária de até 50 anos, observando-se uma redução do número de casos após os 51 anos de idade. Os resultados mostram um pico de incidência da infecção pelo vírus zika no ano 2015, atingido igualmente homens e mulheres, especialmente aqueles na faixa etária de zero a 50 anos.
Abstract: Zika virus (ZIKV) is an arbovirus belonging to the Flaviviridae family and genus Flavivirus, and is closely related to yellow fever, dengue, West Nile virus and Japanese encephalitis virus. It was first isolated in Uganda on the African continent in April 1947 in the Zika Forest. In addition to vector transmission by the bite of infected Aedes mosquitoes, or ZIKV can also be transmitted by sexual contact, blood transfusions and vertically from mother to child during pregnancy. When symptomatic, clinical manifestations occur on average 3 to 7 days after mosquito virus inoculation and include fever, headache, arthralgia, myalgia, conjunctivitis, vomiting, fatigue, and maculopapular rash. The aim of the present study was evaluate the presence of Zika virus in whole blood samples or serum of patients with suspected clinical infection with this pathogen. A total of 353 serum or whole blood samples from various cities of the state of Rio Grande do Norte collected from 2014 to 2015 were analyzed. The samples were processed for total RNA extraction, cDNA synthesis and reverse transcription followed by real-time polymerase chain reaction (RT-qPCR) using primers required for a region of the viral genome. The overall prevalence rate of infection in the study period was 17.6%, 10.4% in 2014 and 21.0% in 2015. The distribution of confirmed cases of disease according to gender showed that rates prevalence were practically the same for men and women with values of 17.3% and 17.7%, respectively. Cases of Zika virus infection were diagnosed in all age groups, but most of the infected patients were aged up to 50 years with a reduction in the number of cases after 51 years of age. The results show a peak of incidence of virus infection in 2015, reaching similar men and women, especially in the 0-50 age group.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9758
Other Identifiers: 2014094236
Appears in Collections:Biomedicina

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC - REBECCA CORRIGIDO 3 OFICIAL.pdf937.08 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.