Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9756
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPereira, Márcio Dias-
dc.contributor.authorSilva, Thiago Pereira de Paiva-
dc.date.accessioned2019-12-06T14:40:15Z-
dc.date.available2019-12-06T14:40:15Z-
dc.date.issued2019-11-14-
dc.identifier2015088761pt_BR
dc.identifier.citationSILVA, Thiago Pereira de Paiva. Potencial bioestimulante de extrato de Gracilaria birdiae na determinação da qualidade fisiológica de sementes de gergelim. 2019. 44 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Agronômica) – Unidade Acadêmica Especializada em Ciências Agrárias, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Macaíba, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9756-
dc.description.abstractBioactive compounds from the sea have drawn attention to new studies on their action as biostimulants in plants. In agriculture, the use of such compounds can promote the hormonal balance of plants, favoring the expression of their genetic potential and stimulating the development of the root system. Seaweed extracts can contain macro and micronutrients, amino acids, hormones and growth regulators, among other organic compounds, being classified as natural stimulants. The present study investigated, as a hypothesis, the potential for alternative use of the aqueous extract of red algae Gracilaria birdiae in the treatment and subsequent evaluation of the physiological quality of sesame seeds. The experiment was conducted at the Seed Analysis and Research Laboratory of the Specialized Academic Unit in Agrarian Sciences / Federal University of Rio Grande do Norte (EAJ-UFRN), using five lots of sesame seeds submitted to treatment with increasing concentrations of the extract aqueous algae of the species Gracilaria birdiae (0, 5, 10, 15 and 20%). The seeds were subjected to determination of moisture degree, germination tests, first germination count, germination speed, seedling fresh and dry mass, whole seedling, shoot and root length, and emergence in a greenhouse. Under the conditions in which this work was developed, the aqueous extract showed potential as a biostimulant, however, it is still necessary to define which concentrations have the best effect. Discordant or uneven results are related to extract or seed factors.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectAlgas marinhas. Sementes. Sesamum indicum.pt_BR
dc.titlePotencial bioestimulante de extrato de Gracilaria birdiae na determinação da qualidade fisiológica de sementes de gergelimpt_BR
dc.title.alternativeBioestimulating potential of Gracilaria birdiae extract in determining physiological quality of sesame seedspt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.referees1Lira, Vanda Maria de-
dc.contributor.referees2Teixeira, Dárlio Inácio Alves-
dc.description.resumoCompostos bioativos provenientes do mar têm chamado a atenção para novos estudos sobre sua ação como bioestimulantes em plantas. Na agricultura, o uso de tais compostos pode promover o equilíbrio hormonal das plantas, favorecendo a expressão do seu potencial genético e estimulando o desenvolvimento do sistema radicular. Os extratos à base de algas marinhas podem conter em sua composição, macro e micronutrientes, aminoácidos, hormônios e reguladores de crescimento, dentre outros compostos orgânicos, sendo classificados como estimuladores naturais. O presente estudo investigou, como hipótese, o potencial de uso alternativo do extrato aquoso da alga vermelha Gracilaria birdiae no tratamento e posterior avaliação da qualidade fisiológica de sementes de gergelim. O experimento foi conduzido no Laboratório de Análise e Pesquisa em Sementes da Unidade Acadêmica Especializada em Ciências Agrárias/Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EAJ-UFRN), utilizando-se cinco lotes de sementes de gergelim submetidas a tratamento com concentrações crescentes do extrato aquoso de algas da espécie Gracilaria birdiae (0, 5, 10, 15 e 20%). As sementes foram submetidas à determinação do grau de umidade, testes de germinação, primeira contagem de germinação, velocidade de germinação, massa fresca e seca da plântula, comprimento de plântula inteira, parte aérea e radicular, e emergência em casa de vegetação. Nas condições em que este trabalho foi desenvolvido, o extrato aquoso apresentou potencial como bioestimulante, no entanto, se faz ainda necessário definir que concentrações apresentam melhor efeito. Os resultados não conclusivos são relativos ao extrato ou a semente.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEngenharia Agronômicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
Appears in Collections:Engenharia Agronômica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Final.pdf589.33 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons