Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9751
Title: Avaliação da funcionalidade, dor e qualidade de vida de mulheres saudáveis e com a dor patelofemoral: um estudo transversal
Authors: Pontes, Ítalo Emanuel
Keywords: Qualidade de vida, Dor patelofemoral, SF-36
Issue Date: 31-Oct-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: PONTES, Ítalo Emanuel. Avaliação da funcionalidade, dor e qualidade de vida de mulheres saudáveis e com a dor patelofemoral: um estudo transversal. 2019. 29f. Trabalho de Conclusão do Curso (Graduação em Fisioterapia) - Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Santa Cruz, RN, 2019.
Portuguese Abstract: Introdução: A dor patelofemoral (DPF) é uma disfunção que acomete o joelho, tendo uma prevalência maior em mulheres causando dor, diminuição da função e da qualidade de vida (QV). Dessa forma o objetivo desse este foi analisar a relação entre a DPF com a funcionalidade, dor e QV de mulheres saudáveis e com a DPF. Metodologia: Foi realizado a aplicação dos questionários SF-36 e o questionário AKPS em 82 voluntárias, sendo 41 assintomáticas e 41 com a DPF onde foi comparado os scores entre os grupos. Resultados: A diferença entre os scores dos dois grupos se mostrou próximos aos valores de referência para o desenvolvimento da DPF. Conclusão: Os resultados do presente estudo mostram que não houve diferenças entre mulheres assintomáticas e com DPF, quando avaliado a QV e funcionalidade. Entretanto, são necessários mais estudos que busquem elucidar melhor as influências causadas pela DPF na funcionalidade e na QV de mulheres com a DPF e mulheres assintomáticas.
Abstract: Introduction: Patellofemoral pain (PFD) is a knee dysfunction, with a higher prevalence in women causing pain, decreased function and quality of life (QOL). Thus, the objective of this study was to analyze the relationship between FPD with functionality, pain and QOL of healthy women and with FPD. Methodology: SF-36 and AKPS questionnaires were applied to 82 volunteers, 41 asymptomatic and 41 with FPD, where the scores between groups were compared. Results: The difference between the scores of the two groups was close to the reference values for the development of FPD. Conclusion: The results of the present study show that there were no differences between asymptomatic and FPD women when QoL and functionality were evaluated. However, further studies are needed to better elucidate the influences caused by FPD on the functionality and QOL of women with FPD and asymptomatic women.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9751
Other Identifiers: 2014031791
Appears in Collections:FACISA - Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Avaliaçãodafuncionalidade_Pontes_2019.pdf2.49 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons