Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9693
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMonteiro, Rosemary Araújo-
dc.contributor.authorSilva, Larissa Rayane Oliveira-
dc.date.accessioned2019-12-04T21:42:36Z-
dc.date.available2019-12-04T21:42:36Z-
dc.date.issued2019-11-29-
dc.identifier2014092269pt_BR
dc.identifier.citationSILVA, Larissa Rayane Oliveira. O uso do Método Pilates e sua ação no assoalho pélvico como terapêutica na incontinência urinária de esforço: uma revisão literária. 2019. 26 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Departamento de Fisioterapia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9693-
dc.description.abstractThe pelvic floor has the function of supporting the internal organs, such as the bladder and the uterus, and is responsible for controlling the continence of urine. The pelvic floor muscles need to be strengthened to perform their functions. A deficient or inadequate function of this musculature can present dysfunctions, such as urinary incontinence (UI). UI is defined by the International Continence Society as any involuntary loss of urine. UI is a very important social factor affecting more than 50% of postmenopausal women. This rate tends to increase each year due to rapid social development and sedentary lifestyle. UI has a high prevalence in females in Brazil, and deserves the attention of health professionals. The physiotherapy of the pelvic floor aims to improve the function of this musculature. Within this situation, the Pilates Method has been the most modern method for this purpose, besides being effective for the treatment of stress incontinence. Therefore, this literature review aims to present and discuss the results of studies that investigated the use of the Pilates Method for the treatment of stress UI. We found 6119 articles of which only 4 met the inclusion criteria for the study. The articles analyzed compare the effectiveness of the Pilates Method alone or associated with pelvic floor exercises. All studies showed statistically significant results. From the literature analyzed in this paper we can observe the importance of the Pilates Method as prevention and treatment of UI in women, presenting significant results for improvement of strength and quality of life.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.rightsAttribution-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/*
dc.subjectAssoalho pélvicopt_BR
dc.subjectIncontinência urináriapt_BR
dc.subjectTécnicas de exercícios e de movimentopt_BR
dc.subjectQualidade de vidapt_BR
dc.titleO uso do Método Pilates e sua ação no assoalho pélvico como terapêutica na incontinência urinária de esforço: uma revisão literáriapt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.referees1Monteiro, Rosemary Araújo-
dc.contributor.referees2Borges, Lorenna Raquel Dantas de Macedo-
dc.description.resumoO assoalho pélvico tem como função a sustentação dos órgãos internos, como por exemplo, a bexiga e o útero, além de ser responsável por controlar a continência de urina. A musculatura do assoalho pélvico precisa ser fortalecida para poder executar suas funções. Uma função deficiente ou inadequada dessa musculatura pode apresentar disfunções, como a incontinência urinária (IU). A IU é definida pela Sociedade Internacional de Continência como qualquer perda involuntária de urina. A IU é um fator social muito importante afetando mais de 50% das mulheres pós-menopausa. Esse índice tende a aumentar cada ano devido ao rápido desenvolvimento social e o estilo de vida sedentário. A IU apresenta uma alto prevalência no sexo feminino no Brasil, e merece uma atenção dos profissionais da área da saúde. A fisioterapia do assoalho pélvico tem como propósito a melhora da função desta musculatura. Dentro dessa situação, o Método Pilates tem sido o método mais moderno para este objetivo, além de ser eficaz para o tratamento da incontinência de esforço. Portanto esta revisão literária tem como objetivo apresentar e discutir os resultados de estudos que investigaram o uso do Método Pilates para o tratamento da IU de esforço. Foram encontrados 6119 artigos dos quais apenas 4 contemplaram os critérios de inclusão para o estudo. Os artigos analisados comparam a eficácia do Método Pilates isoladamente ou associada aos exercícios do assoalho pélvico. Todos os estudos apresentaram resultados estatisticamente significativos. A partir das literaturas analisadas neste trabalho pode-se observar a importância do Método Pilates como prevenção e tratamento da IU em mulheres, apresentando resultado significativos para melhora de força e qualidade de vida.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFisioterapiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
dc.contributor.referees3Freitas, Maria Madalena Xavier de-
Appears in Collections:Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
OusodoMétodoPilatesesuaação_SILVA_2019Texto Completo270.5 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons