Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/958
Título: Comprometimento organizacional: um estudo de caso na Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Autor(es): Dourado, Vanessa Costa
Palavras-chave: Comprometimento organizacional;EBACO;Universidade
Data do documento: 2014
Editor: Administração
Referência: DOURADO, Vanessa Costa. Comprometimento organizacional: um estudo de caso na Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 2014. 63f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) – Departamento de Administração, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Abstract: O presente trabalho tem como objetivo Avaliar o comprometimento organizacional dos servidores, docentes e técnicos-administrativos, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Para isso foi elaborado um estudo de caso através da pesquisa caracterizada como exploratória descritiva que utilizou o modelo EBACO desenvolvido por Medeiros (2003). A UFRN possui cerca de 5 mil servidores, para a pesquisa foi utilizada a amostra não probabilistica com 292 entrevistados, foram detectados 8 missing values que resultaram na exclusão desses questionários, restanto 284 para avaliação. Os dados foram tabulados e analisados no programa Microsoft Office Excel 2013, onde as médias dos indicadores de cada base foram multiplicadas pelos seus respectivos pesos apresentados por Bastos et al. (2008), os quais foram somados para alcançar o escore de cada base. Os escores foram considerados para classificar o nível de comprometimento segundo intervalos propostos por Bastos et al. (2008). Constatou-se que a única base que ficou dentro do indicado por Bastos (2008) foi a Escassez de alternativas, que obteve um escore de baixo comprometimento. Enquanto as bases afetiva e linha consistente de atividade chegaram próximo de obter um bom resultado, tendo um comprometimento acima da média e um comprometimento abaixo da média, respectivamente. As bases Afiliativa e Obrigação em permanecer ficaram aquém do esperado e indicado por Bastos (2008) tendo um baixo comprometimento e um comprometimento abaixo da média, respectivamente. Mesmo tendo um comprometimento acima da média, e não alto comprometimento, a base que obteve maior escore foi a afetiva. Ao comparar as bases com os dados ocupacionais e demográficos foi constatado que o gênero e o cargo não interferiu no resultado final das bases, porém a escolaridade e tempo de serviço na instituição mostraram que quanto maior o grau de escolaridade menor o escore na base escassez de alternativas, o que é bom para instituição e que o tempo de serviço influencia no comprometimento afiliativo dos servidores.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/958
Aparece nas coleções:Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ComprometimentoOrganizacional_Dourado_2014Texto completo1,27 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons