Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9544
Title: Etnofarmacologia, fitoquímica, propriedades terapêuticas e toxicidade do gênero Turnera (Passifloraceae): uma revisão sistemática
Other Titles: Ethnopharmacology, phytochemistry, therapeutic properties and toxicity of the genera Turnera (Passifloraceae): a systematic review
Authors: Azevedo, Rebeca Gondim Cabral Medeiros de
Keywords: Turnera;Revisão sistemática;Fitoterapia;Medicina tradicional;Terapêutica;Toxicidade
Issue Date: 6-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: AZEVEDO, Rebeca Gondim Cabral Medeiros de .Etnofarmacologia, Fitoquímica, propriedades terapêuticas e toxicidade do gênero Turnera (Passifloraceae): uma revisão sistemática. 2019. 46f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Departamento de Farmácia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: O Brasil é considerado um dos países com a maior biodiversidade do planeta, concentrando cerca de 20% das espécies vegetais do mundo. Dentre as centenas de gêneros existentes, o gênero Turnera possui 141 espécies catalogadas, sendo a Turnera diffusa, Turnera subulata e Turnera ulmifolia as mais utilizadas na medicina popular. Os extratos provenientes dessas espécies são empregados no tratamento de doenças crônicas, gastrointestinais, respiratórias e genitais. Outros usos tradicionais incluem suas atividades antimicrobianas, antitussígenas, expectorantes e diuréticas. Para a realização desta revisão sistemática, foi seguido o protocolo de acordo com a declaração PRISMA; os artigos foram pesquisados nas bases de dados MEDLINE, Lilacs, Web of Science, Scielo, Science Direct e Pubmed. Foram encontrados 1.237 artigos e, destes, 53 foram utilizados para realização desta revisão sistemática. Em relação à composição química dos extratos, são descritos na literatura, entre outros compostos, flavonoides, glicosídeos cianogênicos, álcoois, monoterpenos, sesquiterpenos, triterpenos, hidrocarbonetos, ácidos graxos, ésteres, cetonas e aldeídos. As bioatividades citadas para o gênero Turnera abrangem atividades antioxidantes, antibacterianas, antiparasitárias, antifúngicas, hipoglicemiantes, anti-inflamatórias, anticoagulantes, antitumorais, ansiolíticas, antidepressivas, protetoras (gastro, hepato e neuroproteroras) e efeito afrodisíaco. Nesta revisão, foram compilados os conhecimentos atuais sobre a etnofarmacologia, fitoquímica, atividades terapêuticas e toxicidade do gênero Turnera. Acerca das principais atividades relatadas, destacam-se a atividade afrodisíaca de Turnera diffusa e o efeito potencializador da atividade antibiótica de Turnera ulmifolia contra bactérias resistentes a aminoglicosídeos.
Abstract: Brazil is considered one of the countries with the largest biodiversity on the planet, compressing around 20% of the world's plant species. Among the hundreds of existing genera, the Turnera genus has 141 cataloged species, with Turnera diffusa, Turnera subulata and Turnera ulmifolia being the most used in folk medicine. Extracts from these species are used to treat chronic, gastrointestinal, respiratory and genital diseases. Other traditional uses include its antimicrobial, antitussive, expectorant and diuretic activities. For this systematic review, the protocol was followed according to the PRISMA statement; the articles were searched in databases MEDLINE, Lilacs, Web of Science, Scielo, Science Direct and Pubmed. A total of 1.237 articles were found and of these, 53 were used to perform this systematic review. Regarding the chemical composition of the extracts, flavonoids, cyanogenic glycosides, alcohols, monoterpenes, sesquiterpenes, triterpenes, hydrocarbons, fatty acids, esters, ketones and aldehydes were isolated. The bioactivities studied for the genera Turnera include antioxidant, antibacterial, antiparasitic, antifungal, hypoglycemic, anti-inflammatory, anticoagulant, antitumor, anxiolytic, antidepressant, protective (gastro, hepato and neuroprotective) activities and aphrodisiac activities. In this review, current knowledge on ethnopharmacology, phytochemistry, therapeutic activities and toxicity of Turnera genus was compiled. Among the main activities reported, the aphrodisiac activity of Turnera diffusa and the potentiating effect of Turnera ulmifolia antibiotic activity against aminoglycoside resistant bacteria stand out.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9544
Other Identifiers: 20150118030
Appears in Collections:Farmácia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Etnofarmacologiafitoquímicapropriedades_Azevedo_2019Texto Completo1.09 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.