Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9507
Title: Análise de prescrições e o impacto econômico de inibidores da bomba de prótons em um hospital universitário
Authors: Ferreira, Ronald Cristian
Keywords: Inibidores da bomba de prótons;Proton pump inhibitors;Gastos em saúde;Health expenses;Uso racional de medicamentos;Rational use of medicines;Hospital management;Hospital management
Issue Date: 5-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: FERREIRA, Ronald Cristian. Análise de prescrições e o impacto econômico de inibidores da bomba de prótons em um hospital universitário. 2019. 19f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) -Departamento de Farmácia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: A prescrição e o uso inadequado de medicamentos geram gastos que agravam ainda mais o problema da falta de recursos da maioria dos serviços de saúde, além dos prejuízos que podem causar aos pacientes. Na prática, alguns dos usos irracionais mais comuns de medicamentos são prescrições excessivas de antibióticos, inibidores da bomba de prótons (IBP) e glicocorticoides. Esse trabalho teve como objetivo analisar o perfil de prescrições de IBP em um hospital universitário e avaliar o impacto financeiro do uso racional dessa classe de medicamentos. Este é um estudo transversal, retrospectivo e descritivo dos registros de prontuários eletrônicos de pacientes internados, que fizeram uso de IBP, em um período de 3 meses. Tendo a média total de idade de 54,4 anos (DP=17,5). Observouse que 49% das prescrições de IBP não possuíam nenhum critério de uso, sendo o custo para esse grupo de R$ 15.164,29, no período analisado. Este estudo aponta para a necessidade de implantação de protocolos terapêuticos internos para utilização de IBP, visando uma prescrição adequada, segura e com redução de custos, objetivando um uso racional desses medicamentos
Abstract: Prescription and inappropriate use of medication generate expenses that further aggravate the problem of the lack of resources of most health services, as well as the harm they can cause to patients. In practice, some of the most common irrational uses of medications are excessive prescriptions of antibiotics, proton pump inhibitors (PPIs), and glucocorticoids. This study aimed to analyze the profile of PPI prescriptions in a university hospital and to evaluate the financial impact of the rational use of this class of medications. This is a cross-sectional, retrospective and descriptive study of the electronic medical records of hospitalized patients who used PPI over a period of 3 months. Having a total mean age of 54.4 years (SD = 17.5). It was observed that 49% of the PPI prescriptions did not have any use criteria, and the cost for this group was R$ 15,164.29 during the analyzed period. This study points to the need to implement internal therapeutic protocols for the use of PPIs, aiming at an appropriate, safe and cost-effective prescription, aiming at a rational use of these drugs.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9507
Other Identifiers: 2015074962
Appears in Collections:Farmácia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANÁLISEDEPRESCRIÇÕESEOIMPACTO_FERREIRA_2019.pdf639.27 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.