Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9491
Title: Hanseníase no Brasil: uma revisão literária, nos anos de 2014 a 2019.
Authors: Pessoa, Márcia Maria Solino Freitas de Souza
Keywords: Hanseníase;Mycobacterium leprae;Poliquimioterapia
Issue Date: 5-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: PESSOA, Márcia Maria Solino Freitas de Souza. Hanseníase no Brasil: uma revisão literária, nos anos de 2014 a 2019. 2019. 45 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Departamento de Farmácia, Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: A Hanseníase, ou Lepra, como era conhecida antigamente, é uma doença de caráter infectocontagioso, que acomete a humanidade desde muito tempo através do mundo. Causada pelo Mycobacterium leprae, que possui elevado poder de invadir as células cutâneas e dos nervos periféricos, ocasionando sinais e sintomas variados, como lesões de pele com perda de sensibilidade e o comprometimento das funções dos nervos. A caracterização das manifestações clínicas da doença classifica a forma infectante dos casos, direcionando o paciente para o tratamento adequado e a cura. Esse estudo consiste em uma análise crítica de artigos de periódicos científicos, dissertações e teses acadêmicas com uso das bases de dados Google Acadêmico, MEDLINE, LILACS, SciELO e PubMed através dos descritores: Hanseníase, Hanseníase no Brasil, História da Hanseníase, Mycobacterium leprae, Poliquimioterapia, no período entre os anos de 2014 a 2019. Foram analisados 26 artigos, de acordo com eles, foi concluído que o diagnóstico precoce dos casos de Hanseníase, a correta classificação das formas clínicas da doença, as ações de educação em saúde, a valorização social dos portadores para acabar com o estigma e a discriminação relacionados à doença, a divulgação dos sinais e sintomas, o início imediato do tratamento e o controle epidemiológico eficaz dos casos e dos contatos da doença, são determinantes no sucesso do tratamento e no alcance da cura.
Abstract: Leprosy, as it was formerly known, is an infectious disease that has long affected mankind worldwide. Caused by Mycobacterium leprae which has high invasive power in skin cells and peripheral nerves, causing various signs and symptoms, such as skin lesions with loss of sensation and impairment of nerve functions. The characterization of the clinical manifestations of the disease classifies the infective form of the cases, directing the patient to appropriate treatment and cure. This study consists of a critical analysis of articles from scientific journals, dissertations and academic theses using as database Google Scholar, MEDLINE, LILACS, SciELO and PubMed, where we used the following descriptors: Leprosy, Leprosy in Brazil, History of Leprosy, Mycobacterium leprae, Polychemotherapy, between 2014 and 2019. We analyzed 26 articles, according to them, it was concluded that the early diagnosis of leprosy cases, the correct classification of the clinical forms of the disease, education actions in health, the social appreciation of carriers to end disease-related stigma and discrimination, disclosure of signs and symptoms, prompt initiation of treatment, and effective epidemiological control of disease cases and contacts are critical to successful treatment and cure.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9491
Other Identifiers: 20150131945
Appears in Collections:Farmácia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Hanseniase_Pessoa_2019.pdfHanseníase_Pessoa_2019591.78 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons