Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9486
Title: Citotoxicidade e genotoxicidade do reteno: um hidrocarboneto policíclico aromático marcador da queima de biomassa
Authors: Castro, Denis Elvis Farias de
Keywords: Reteno;HPA;Citotoxicidade;Genotoxicidade
Issue Date: 5-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CASTRO, Denis Elvis Farias de. Citotoxicidade e genotoxicidade do reteno: um hidrocarboneto policíclico aromático marcador da queima de biomassa. 2019. 48f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) – Departamento de Farmácia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: O reteno (RET) é um hidrocarboneto policíclico aromático (HPA) liberado na queima de biomassa e usado como biomarcador da combustão de madeira de coníferas no ambiente aéreo. Embora não seja considerado como um dos HPAs prioritários e não esteja incluído nas avaliações de risco pela Agência de Proteção Ambiental dos EUA (US-EPA), os poucos estudos que existem com o reteno, indicam que o mesmo é capaz de gerar estresse oxidativo, causando citotoxicidade. A fim de contribuir para o esclarecimento de sua função, o presente estudo teve como objetivo avaliar se o RET, em concentrações semelhantes ao encontrado no ambiente, causa danos celulares e genéticos em linhagem celular de ovário de hamster chinês (CHO). Para isso, realizou-se dois experimentos: o teste de viabilidade celular pela taxa de redução do MTT em cristais de formazan e o ensaio de Micronúcleo com Bloqueio de Citocinese (CBMN). Os resultados revelaram uma diminuição de células viáveis nas concentrações mais altas do RET durante 24 horas de tratamento, trazendo uma resposta dose-dependente. A exposição durante o respectivo tempo levou a um aumento significativo na frequência de micronúcleos (MN), pontes nucleoplásmicas (NPBs) e brotos nucleares (NBUDs) de acordo com o aumento da concentração desse poluente. Assim, enfatiza-se a importância de incluir o RET em análises ambientais de rotina no futuro.
Abstract: Retene (RET) is a polycyclic aromatic hydrocarbon (PAH) released from biomass burning and used as a biomarker of coniferous wood combustion in the air environment. Although not considered as one of the priority HPAs and not included in risk assessments by the US Environmental Protection Agency (US-EPA), the few studies that exist with RET indicate that is capable of generating oxidative stress, causing cytotoxicity. In order to contribute to the elucidation of its function, the present study aimed to evaluate whether RET, in concentrations similar to those found in the environment, causes cellular and genetic damage in chinese hamster ovary (CHO) cells. For this, two experiments were performed: the cell viability test by the MTT reduction rate in formazan crystals and the Cytokinesis Block Micronucleus Cytome assay (CBMN cyt). Results revealed a decrease in viable cells at higher RET concentrations during 24 hours of treatment, yielding a dose-dependent response. Exposure during that time led to a significant increase in the frequency of micronuclei (MN), nucleoplasmic bridges (NPBs) and nuclear buds (NBUDs) as the concentration of this pollutant increased. Thus, the importance of including RET in routine environmental analysis in the future is emphasized.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9486
Other Identifiers: 20155135867
Appears in Collections:Farmácia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CitotoxeGenotoxRet_CASTRO_2019.pdfMonografiaCitotoxeGenotoxRet_CASTRO_20191.1 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons