Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/943
Título: Uso dos anestésicos locais em crianças: conhecimento dos cirurgiões-dentistas do município de Natal-RN
Título(s) alternativo(s): Use of local anesthesia in children: knowledge of dental surgeons city Natal-RN
Autor(es): Maisel, Vanessa
Palavras-chave: Anestésicos Locais;Odontopediatria;Criança;Odontólogos
Data do documento: 27-Nov-2014
Editor: Odontologia
Referência: MAISEL, Vanessa. Uso dos anestésicos locais em crianças: conhecimento dos cirurgiões-dentistas do município de Natal-RN. 2014. 41 f. Monografia (Graduação) - Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Abstract: Objetivo: Avaliar o conhecimento dos cirurgiões dentistas do município de Natal – RN sobre o uso dos anestésicos locais em crianças. Método: A pesquisa foi realizada através de um estudo de natureza quantitativa, descritiva e transversal, com cirurgiões dentistas da rede pública de Natal- RN. Para a coleta de dados realizou-se um questionário estruturado dividido em três partes: perfil educacional do entrevistado, auto percepção em farmacologia e conhecimento específico sobre anti-inflamatórios, antibióticos e anestésicos locais . O questionário foi realizado com 33 cirurgiões dentistas do município de Natal-RN, representandose assim uma amostra de conveniência, que atendem crianças na faixa de idade entre 0 a 12 anos, escolhidos com base nos dados fornecidos pelo Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (CNES Data-SUS). Resultados: A maior parte dos cirurgiões dentistas entrevistados foram do sexo feminino, compreendidas na faixa etária de 25 a 34 anos, com tempo de formada até 5 anos concluidas em universidade de origem pública, no nível de formação de especialização, atuando em diversas áreas da odontologia. Os entrevistados atribuíram ao seu conhecimento farmacológico o nível satisfatório, dando muita importância à atualização farmacológica. Os profissionais atribuíram a benzocaína como anestésico tópico mais utilizado na clinica infantil, onde 57,6% não soube responder a concentração do mesmo. A base anestésica de primeira escolha na odontopediatria, escolhida por 69,7% dos entrevistados foi a lidocaína, e o vasoconstrictor sendo a adrenalina. A reação alérgica foi a reação adversa em crianças mais apontada. Para o questionamento da máxima quantidade de tubetes anestésicos para uma criança de 5 anos com 20 kg, foi de 2 tubetes, para quase totalidade da amostra. Conclusão: O conhecimento dos cirurgiões dentistas da pesquisa foi considerado limitado quanto ao uso de anestésicos locais em crianças. Fato que se reporta principalmente na falta de atualização farmacológica por parte dos profissionais.
Descrição: Isabelita Duarte Azevedo; Kathia Maria Fonseca de Brito; Fernando José Pereira Pinto.
URI: http://monografias.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/943
Aparece nas coleções:Odontologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
[2014] USO DOS ANESTÉSICOS LOCAIS EM CRIANÇAS.pdftrabalho de conclusão de curso - odontologia 2014.2758,08 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.