Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9427
Title: Dificuldades na aquisição, preparo e consumo de alimentos vivenciadas por pessoas com deficiência visual
Authors: Estevam, José Augusto Torres
Keywords: Deficiência visual, Alimentação, Dificuldades.;Visual deficiency, Eating, Difficulties.
Issue Date: 29-Aug-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: Estevam, José Augusto Torres. Dificuldades na aquisição, preparo e consumo de alimentos vivenciadas por pessoas com deficiência visual. 2019. 36 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) – Curso de Nutrição, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: A Deficiência visual pode afetar a alimentação, interferindo desde o acesso às compras e o preparo de alimentos até a autonomia na alimentação. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi avaliar as dificuldades encontradas por pessoas com deficiência visual na aquisição, preparo e consumo dos alimentos. É um estudo observacional, transversal, desenvolvido com 98 pessoas de ambos os sexos e com diferentes graus de deficiência visual, que frequentavam instituições de apoio a pessoas com deficiência em Natal, Rio Grande do Norte, Brasil. A coleta de dados ocorreu de agosto de 2016 a setembro de 2017, por meio de entrevista pré-definida que abordava as dificuldades relacionadas à alimentação e meios de superação. Para a comparação das frequências de dificuldades relacionadas à alimentação entre os participantes com cegueira e visão subnormal, foi empregado o teste Qui-quadrado. Dos participantes, 62,2% encontraram dificuldades na compra de alimentos industrializados, 56,1% na compra de alimentos frescos e 77,6% na identificação de que os alimentos estão ou não adequados para o consumo. Também foi relatado por 48% das pessoas dificuldade no preparo das refeições, e a maioria relatou receber a ajuda de terceiros para superar as dificuldades. Não houve diferença significativa (p=0,05) entre pessoas cegas e com baixa visão exceto no uso da faca para descascar e cortar, que predominou nas pessoas com baixa visão. Conclui-se que dificuldades relacionadas à alimentação são frequentes entre as pessoas com deficiência visual, e que frequentemente precisam de auxílio de terceiros para a realização de uma atividade tão vital quanto à alimentação. Essa dependência pode desestimular a busca por uma alimentação com hábitos alimentares saudáveis e ter um bom relacionamento com o ato de comer, e assim, preferir a utilização da praticidade e ter sua alimentação majoritariamente composta por alimentos processados e ultraprocessados, o que pode afetar diretamente o seu estado nutricional.
Abstract: Visual impairment can affect diet, interfering from access to shopping and food preparation to food autonomy. In this sense, the objective of this study was to evaluate the difficulties encountered by people with visual impairment in the acquisition, preparation and consumption of food. It is an observational, cross-sectional study, conducted with 98 people of both sexes and with different degrees of visual impairment, who attended institutions supporting people with disabilities in Natal, Rio Grande do Norte, Brazil. Data collection took place from August 2016 to September 2017, through a pre-defined interview that addressed the difficulties related to food and means of overcoming. To compare the frequency of feeding-related difficulties among blind and low vision participants, the Chi-square test was used. Of the participants, 62.2% found it difficult to buy processed foods, 56.1% to buy fresh foods and 77.6% to identify whether or not foods are suitable for consumption. It was also reported by 48% of people to have difficulty preparing meals, and most reported receiving help from others to overcome the difficulties. There was no significant difference (p = 0.05) between blind and low vision people except in the use of the peeling and cutting knife, which was predominant in people with low vision. It is concluded that difficulties related to eating are frequent among people with visual impairment, and often need help from others to perform an activity as vital as eating. This dependence may discourage the search for eating with healthy eating habits and have a good relationship with the act of eating, thus preferring the use of practicality and having its diet mainly composed of processed and ultra-processed foods, which can directly affect your nutritional status.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9427
Other Identifiers: 2016079829
Appears in Collections:Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DificuldadesAquisiçãoPreparoonta_ESTEVAM_2019Texto Completo3.54 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.