Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9410
Title: Esgotamento sanitário e escala temporal: uma abordagem da realidade da cidade de Natal-RN
Authors: Souza, Clara Beatriz Correia
Keywords: Meio ambiente;Environment;Impactos Ambientais;Environmental impacts;Saneamento Básico;Basic sanitation
Issue Date: 18-Jun-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SOUZA, Clara Beatriz Correia. Esgotamento sanitário e escala temporal: uma abordagem da realidade da cidade de Natal-RN. Natal, RN: 2019. 69f. Monografia (graduação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes. Bacharelado em Geografia.
Portuguese Abstract: A questão ambiental vem sendo bastante abordada nas últimas décadas, e mais ainda nos últimos anos, em decorrência do aumento populacional em todo o mundo e os impactos causados ao ambiente. Em consequência desse crescimento e da apropriação inadequada do solo, é visível nas paisagens os contrastes existentes causados pela falta de um saneamento adequado. Nesse contexto se insere a cidade de Natal-RN, onde devido aos processos acima mencionados observa-se uma discrepância no que diz respeito ao crescimento da população e o acesso ao esgotamento sanitário, um dos quatro serviços do saneamento básico. Assim, a presente monografia se propõe a analisar historicamente a relação entre o crescimento da população, consequentemente, do uso do espaço urbano, e a disponibilidade do serviço de esgotamento, na capital do Rio Grande do Norte, a qual pretende-se ser tornada a primeira cidade totalmente saneada do país. A metodologia utilizada pautou-se na pesquisa bibliográfica, pesquisa documental e pesquisa de campo, para o estabelecimento de uma correlação entre os eventos relacionados ao esgotamento sanitário e ao crescimento da população e para a produção cartográfica. A área de estudos apresenta características físicas pertinentes a uma cidade litorânea, com clima, vegetação, relevo, geologia, solo e hidrologia característicos da área. Tais características muitas vezes contribuem para o agravamento dos problemas existentes em razão da ausência ou irregularidades nos serviços.
Abstract: The environmental issue has been much addressed in the last decades, and even more in the last years, due to the population increase worldwide and the impacts caused to the environment. As a consequence of this growth and the inadequate appropriation of the soil, the existing contrasts caused by the lack of adequate sanitation are visible in the landscape. In this context, the city of Natal-RN is inserted, where due to the aforementioned processes there is a discrepancy regarding population growth and access to sanitary sewage, one of the four basic sanitation services. Thus, this monograph proposes to analyze historically the relationship between population growth, consequently, the use of urban space, and the availability of the depletion service, in the capital of Rio Grande do Norte, which is intended to be first fully sanitized city of the country. The methodology used was based on bibliographic research, documentary research and field research, to establish a correlation between the events related to sanitary sewage and population growth and for cartographic production. The study area presents physical characteristics pertinent to a coastal city, with climate, vegetation, relief, geology, soil and hydrology characteristic of the area. Such characteristics often contribute to the aggravation of existing problems due to absence or irregularities in services.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9410
Other Identifiers: 20150111290
Appears in Collections:Geografia (Bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MonografiaEsgotamento_ Souza_2019.pdf1.72 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons