Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9351
Title: A avaliação da qualidade de vida dos servidores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte: participantes do programa viver em harmonia
Authors: Azevedo, Beatriz Néry
Keywords: Qualidade de Vida no trabalho, qualidade de vida em um órgão público, Motivação.
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: AZEVEDO, Beatriz Néry. A avaliação da qualidade de vida dos servidores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte: participantes do programa viver em harmonia. 2019. 53 f.Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em educação física) - Departamento de Educação Física, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Os programas de Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) estão aumentando consideravelmente nas últimas décadas. Porém as descrições das técnicas de QVT em órgãos públicos continuam com uma insuficiência nas investigações. A QVT é bem extensa e isso inclui uma perspectiva no bem-estar, na saúde e no cuidado físico, social e mental, perspectiva também na capacitação para desempenhar trabalhos com total segurança e uma boa execução do entusiasmo individual. O objetivo deste TCC, em sua teoria é Analisar a qualidade de vida dos servidores da UFRN, que participam do Programa Viver em Harmonia.realizando a autopercepção da QV, assim como contribuir com a melhoria de práticas de gestão e produtividade. A amostra foi composta por 50 servidores públicos da UFRN. A QVT foi avaliada por meio de questionários propostos e através da análise do whoqol-bref e tqwl-42.O perfil dos servidores foi caracterizado por meio do emprego de estatística descritiva composta por frequência e média. Categorias e limites foram utilizados para classificar a QVT à luz de cada item. Os resultados indicaram que os aspectos mais críticos em termos de QVT estão relacionados ao wqhol, nele foi analisado os piores índices que estão relacionados social/psicológico. Já no questionário que mede a qualidade de vida no trabalho, o tqwl 42, mostrou que os piores índices estão relacionados com o sociológico/relacional e biológico/fisiológico
Abstract: Work Quality of Life (QWL) programs have been increasing considerably in recent decades. However, the descriptions of QWL techniques in public bodies continue with insufficient investigations. QVT is very extensive and this includes a perspective on well-being, health and physical, social and mental care, perspective also on the ability to perform work with complete safety and a good execution of individual enthusiasm. The purpose of this CBT, in its theory, investigates the value of the study regarding the quality of life at work in the UFRN public service. The objective of this article is to identify aspects and analyze the quality of life of UFRN's employees, who participate in the Living in Harmony Program, performing self-perception of QOL, as well as contributing to the improvement of management practices and productivity. The sample consisted of 50 public servants of UFRN. The QVT was evaluated using proposed questionnaires and through the analysis of whoqol-bref and tqwl-42. The profile of the servers was characterized by the use of descriptive statistics composed by frequency and mean. Categories and limits were used to classify the QVT in light of each item. The results indicated that the most critical aspects in terms of QWL are related to wqhol, in which we analyzed the worst indexes that are related social / psychological. In the questionnaire that measures the quality of life at work, tqwl 42, showed that the worst indexes are related to the sociological / relational and biological / physiological.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9351
Other Identifiers: 2014089728
Appears in Collections:Educação Física (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AVALIAÇÃOQUALIDADEVIDA _2019_AZEVEDO.pdf683,23 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons