Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9339
Title: Discussões de gênero na escola?: professoras/es criam estratégias de silenciamento e/ou de fuga
Authors: Nobre, Layla Isidro Lins Farias
Keywords: Gênero;Gender;Educação;Sexualities;Sexualidades;Education;Anos finais do ensino fundamental;Elementary school
Issue Date: 11-Dec-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: NOBRE, Layla Isidro Lins Farias. Discussões de gênero na escola?: professoras/es criam estratégias de silenciamento e/ou de fuga. 2018. 29 f. TCC (Graduação) - Curso de Pedagogia, Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: A escola é um ambiente em que circulam diferentes tipos de ideias que buscam abarcar a realidade das/os alunas/os, diante disso, considerando gênero como identidade do sujeito, ou seja, parte constituinte da realidade dessas/es, o presente artigo tem como objetivo apresentar e analisar a forma com que professoras/es dos anos finais do ensino fundamental têm compreendido e discutido questões de gêneros e sexualidades no ambiente escolar. Para isso, foram realizadas entrevistas com dezenove professoras/es que atuam em quatro escolas, públicas e privadas, dos municípios de Natal e Parnamirim, no estado do Rio Grande do Norte. Os dados foram analisados de forma qualitativa, possibilitando a qualificação das vivências desses sujeitos e suas compreensões em torno da questão central. Para isso, dialogamos com Louro (1997, 2000, 2008), Butler (2000, 2003), Beauvoir (1949), dentre outros estudiosos da temática. Os resultados demonstram que os principais entraves para que essas discussões tenha espaço no ambiente escolar são a falta de conhecimento que se há acerca de gênero, por parte das/os professores e da comunidade escolar, e o silenciamento que é imposto a esse tema pelo discurso tradicional e religioso que circula na nossa sociedade.
Abstract: The school is an environment in which different types of ideas circulate that seek to embrace the reality of the students, because of that, considering gender as the identity of the subjects and as a constituent part of the reality of these, the present article aims to present and analyze the way in which elementary school teachers have understood and discussed genders and sexualities issues in the school environment. For this, interviews were conducted with nineteen teachers who work in four public and private schools in the municipalities of Natal and Parnamirim, in the state of Rio Grande do Norte. The data were analyzed in a qualitative way, enabling the qualification of the experiences of these subjects and their understandings around the central question. For this, we dialogued with Louro (1997, 2000, 2008), Butler (2000, 2003), Beauvoir (1949), among other scholars. The results demonstrate that the main obstacles for this discussion to have a place in the school environment are the lack of knowledge about gender, by teachers and the school community, and the silence that is imposed on this theme by the traditional discourse and religious movement that circulates in our society.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9339
Other Identifiers: 2015054763
Appears in Collections:Pedagogia (Presencial)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DiscussoesGeneroEscola_Nobre_2018.pdf1.32 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.