Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9334
Title: A influência das características pessoais no processo de decisão dos indivíduos: um estudo acerca dos vieses comportamentais aversão à perda e contabilidade mental
Authors: Aragão, Isadora Reis Braile de
Keywords: Finanças comportamentais;Aversão à perda;Contabilidade mental;Interesses pessoais
Issue Date: Dec-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ARAGÃO, Isadora Reis Braile de. A Influência das características pessoais no processo de decisão dos indivíduos: um estudo acerca dos vieses comportamentais aversão à perda e contabilidade mental. 2018. 44f. Monografia (Graduação em Ciências Contábeis) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Departamento de Ciências Contábeis, Natal, RN, 2018.
Portuguese Abstract: Com o objetivo de ampliar os estudos sobre Finanças Comportamentais, este trabalho buscou analisar a racionalidade das pessoas através de características pessoais, sob à ótica dos vieses aversão à perda e contabilidade mental. Para verificar se interesses pessoais podem estar relacionados com os vieses e influenciar decisões, realizou-se uma pesquisa com 272 estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Os resultados obtidos com a pesquisa sugerem que há indícios da presença do viés aversão à perda na maioria das pessoas, porém quando se relacionou o viés com os interesses profissionais não foi obtido resultado estatisticamente significante. No que diz respeito ao gênero, apresentou significância. Foi observado que a maioria da amostra não apresentou o viés de contabilidade mental, portanto, na hora de fazer escolhas, as pessoas foram mais racionais. Com relação aos quesitos mais distantes de sua realidade, contudo, o item que tratava de uma situação corriqueira, foi verificado uma elevada incidência do viés. Foi possível detectar evidências de que pessoas com interesses profissionais que incluam cálculos sofrem menos influência da heurística de aversão à perda, mas não em contabilidade mental. Desta forma foi possível investigar as características e comprovar se há influência de fatores psicológicos no momento de escolha dos estudantes da amostra estudada.
Abstract: Com o objetivo de ampliar os estudos sobre Finanças Comportamentais, este trabalho buscou analisar a racionalidade das pessoas através de características pessoais, sob à ótica dos vieses aversão à perda e contabilidade mental. Para verificar se interesses pessoais podem estar relacionados com os vieses e influenciar decisões, realizou-se uma pesquisa com 272 estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Os resultados obtidos com a pesquisa sugerem que há indícios da presença do viés aversão à perda na maioria das pessoas, porém quando se relacionou o viés com os interesses profissionais não foi obtido resultado estatisticamente significante. No que diz respeito ao gênero, apresentou significância. Foi observado que a maioria da amostra não apresentou o viés de contabilidade mental, portanto, na hora de fazer escolhas, as pessoas foram mais racionais. Com relação aos quesitos mais distantes de sua realidade, contudo, o item que tratava de uma situação corriqueira, foi verificado uma elevada incidência do viés. Foi possível detectar evidências de que pessoas com interesses profissionais que incluam cálculos sofrem menos influência da heurística de aversão à perda, mas não em contabilidade mental. Desta forma foi possível investigar as características e comprovar se há influência de fatores psicológicos no momento de escolha dos estudantes da amostra estudada.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9334
Other Identifiers: 2011060774
Appears in Collections:Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
InfluenciaCaracteristicasPessoais_Aragao_2018.pdf673.49 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.