Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9222
Title: Análise estratigráfica dos depósitos da Formação Pendência, na área de Upanema, seção rifte da Bacia Potiguar
Authors: Paiva, Joanna Priscila de Sousa
Keywords: bacias rifte;análise sismoestratigráfica;Bacia Potiguar;Tratos de Sistemas Tectônicos;Formação Pendência
Issue Date: 3-Jul-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: PAIVA, Joanna Priscila de Sousa. Análise estratigráfica dos depósitos da Formação Pendência, na área de Upanema, seção rifte da Bacia Potiguar. 2019. 77f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geologia) - Departamento de Geologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: A área de Upanema, localizado na porção emersa da Bacia Potiguar, encontra-se na porção sul do Gráben de Umbuzeiro, e representa um exemplo típico de uma bacia do tipo rifte, sendo representada pelo intervalo sedimentar da seção Rifte Potiguar, correlata aos litotipos da Formação Pendência. O referido gráben está configurado entre duas importantes estruturas da bacia, sendo elas o Alto de Quixaba e o Sistema de Falha de Carnaubais. Dentro deste contexto, o estudo realizado neste trabalho tem por objetivo realizar uma caracterização tectonoestratigráfica do intervalo rifte da Bacia Potiguar, baseando-se nos conceitos fundamentais da Estratigrafia de Sequências adaptados para bacias do tipo rifte. Para isto, foi feita a interpretação do volume sísmico 3D de Upanema, linhas sísmicas 2D e poços exploratórios da área e adjacências, que serviram como base de dados para suporte a este trabalho. A análise estratigráfica foi realizada em duas etapas distintas, sendo elas 1D e 2D. Nestas fases, a análise individual de cada poço e a correlação entre os dados sísmicos permitiu reconhecer as principais litofácies presentes, identificar os sistemas deposicionais vigentes, reconhecer as superfícies limítrofes de caráter cronoestratigráfico, interpretar as sismofácies e os tratos de sistemas tectônicos para o intervalo estudado. As litofácies analisadas constituem essencialmente arenitos, siltitos, folhelhos, e, de forma subordinada, rochas carbonáticas. Com base nas associações destas litofácies e a fundamentação retirada da literatura, foram interpretados três principais sistemas deposicionais: fluvio-deltaico, lacustre e leque aluvial. Na análise sismoestratigráfica, foram reconhecidos cinco horizontes sísmicos, correspondentes às superfícies limítrofes dos tratos de sistemas tectônicos, sendo elas: Discordância Sin-Rifte, Superfície de Desenvolvimento de Meio-gráben, Superfície de Clímax de Rifte, Superfície de Rifteamento Máximo e Discordância Pós-Rifte. Posteriormente, fazendo uso dos conceitos fundamentais da sismoestratigráfica, baseado nos parâmetros de refletores sísmicos (padrão de refletores, continuidade, amplitude e frequência), e dados litológico de poços, foram identificadas quatro sismofácies associados ao intervalo rifte estudado, denominadas sismofácies 1, sismofácies 2, sismofácies 3 e sismofácies 4. Por fim, foram interpretados os Tratos de Sistemas Tectônicos de Início de Rifte, onde a bacia ainda é uma depressão sinformal; de Desenvolvimento de Meio-gráben, reconhecido principalmente na análise das seções sísmicas quando os estratos apresentam uma leve divergência; de Alta Atividade Tectônica, com alta taxa de criação de espaço de acomodação; e Baixa Atividade Tectônica, onde ocorre uma significativa diminuição na atividade da falha de borda e começo dos sistemas fluviais axiais. Ao final, a partir da integração das análises estratigráficas realizadas neste estudo, foi obtido um melhor entendimento sobre a evolução tectonoestratográfica do intervalo rifte da área de estudo, correspondente a Formação Pendência.
Abstract: The Upanema area, located in the southern portion of Umbuzeiro Graben, in Potiguar Basin, represents a typical example of a rift basin, corresponding to the sedimentary interval of the Potiguar Rift section, correlated to the Pendência Formation. The graben is placed between two important structures of Potiguar Basin, the Alto de Quixaba and the Carnaubais Fault System. In this context, the study accomplished in this work aims to realize a tectonostratographic characterization of the Potiguar Basin`s rift interval, based on the fundamental concepts of Sequence Stratigraphy adapted and applied to rift basins. It were made through the interpretation of the Upanema 3D seismic data, 2D seismic lines and exploratory wells of the area and adjacencies, which were used as database to support this work. Stratigraphic analysis was performed in two distinct stages, 1D and 2D analysis. In these phases, individual analysis of each well and correlation between them allowed to recognize the main lithofacies, identifying the current depositional systems, chronostratigraphic surfaces, and interpreting tectonic system tracts for the area. The analysed lithofacies are essentially sandstones, siltstones, shales, and, subordinately, carbonate rocks. Based on the associations of these lithofacies and the foundation of literature, three major depositional systems were interpreted: fluvial-deltaic, lacustrine and alluvial fan. In the seismic stratigraphic analysis, five seismic stratigraphy surfaces were identified. They correspond to the boundaries that limit the tectonic system tracts: Sin-Rift Unconformaty, Half-graben Development Surface, Rift’s Climax Surface, Maximal Rifting Surface, and Post-Rift Unconformaty. Lastly, using fundamental concepts of seismic stratigraphy, with seismic reflections parameters (seismic reflections pattern, continuity, amplitude and frequency) and lithological well data, it were recognized four seismic facies related to half-graben in rift phase: seismic facies 1, seismic facies 2, seismic facies 3 and seismic facies 4. Finally, it were interpreted the Tectonic System Tract Of Rift Initiation, where the basin is still a sinformal depression; Tectonic System Tract Of Half-Graben Development, recognized mainly in the analysis of the seismic sections when the strata shows a slight divergence; High Tectonic Activity Tract System, with high rate of creation of accommodation space; and Low Tectonic Activity Tract System, where there is a significant decrease in tectonic activity of the main fault and axial fluvial systems that are coming to the basin. Thus, the integration between the stratigraphic analyses carried out in this study, using concepts of seismic stratigraphic and fundamental concepts of sequence stratigraphy adapted to rift basins, has come to a better understanding of the tectonostratigraphic evolution of the rift section of the area, corresponding to lithotypes of Pendência Formation.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9222
Other Identifiers: 2012947657
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Relatório de Graduação_versão final.pdfAnálise estratigráfica dos depósitos da Formação Pendência, na área de Upanema, seção rifte da Bacia Potiguar9.21 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
AnaliseDepositosFormacaoPendencia_Paiva_2019.pdf9.21 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons