Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9220
Title: Relação entre desempenho físico e sintomatologia climatérica em mulheres de meia-idade: um estudo transversal
Authors: Oliveira, Fernanda Farias de
Keywords: Mulheres;Climatério;Menopausa;Desempenho físico
Issue Date: 13-Jun-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: OLIVEIRA, Fernanda Farias de. Relação entre desempenho físico e sintomatologia climatérica em mulheres de meia-idade: um estudo transversal. 2019. 49 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia), Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Introdução: O climatério, caracterizado pela diminuição gradativa da produção dos hormônios sexuais pelos ovários, leva a uma deficiência hormonal no organismo, responsável por uma série de sintomas, que repercutem de forma negativa sobre diversos aspectos da vida das mulheres, inclusive sobre o seu desempenho físico. Objetivo: Analisar a relação entre desempenho físico e sintomatologia climatérica em mulheres de meia-idade. Metodologia: Trata-se de um estudo analítico de caráter transversal, composto por 491 mulheres com idade entre 40 e 65 anos, residentes no município Parnamirim/RN. Foram coletados dados sociodemográficos e socioeconômicos, dados sobre estágio menopausal, história reprodutiva, aferição de dados antropométricos, avaliação do desempenho físico por meio do Short Physical Performance Battery (SPPB) e da sintomatologia climatérica, avaliada pela Menopause Rating Scale (MRS). Para verificar correlação entre as variáveis quantitativas e a MRS foi utilizado o teste de correlação de Pearson. A análise bivariada entre as variáveis categóricas e a MRS foram analisadas por meio do teste t de amostras independentes e pela análise de variância (ANOVA), de acordo com o número de categorias. Para as variáveis com mais de duas categorias, foi realizado teste post hoc (teste de Tukey). Foi considerado um intervalo de confiança (IC) de 95% e diferença estatística baseada no p < 0,05. Resultados: Foram avaliadas 491 mulheres com média de idade de 49,99 (± 5,60) anos. Houve correlação estatisticamente significativa entre todas as variáveis quantitativas e o domínio somáticos da MRS. Houve uma correlação estatisticamente significativa entre o SPPB e todos os domínios da MRS, apresentando um p valor < 0,001 no somáticos, urogenitais e total e de p = 0,03 no psicológicos. Conclusão: Houve correlação entre desempenho físico e todos os tipos de sintomas climatéricos, de acordo com o instrumento MRS, em mulheres de meia-idade, de forma que quanto menor era o desempenho físico, maior era a intensidade da sintomatologia climatérica.
Abstract: Introduction: The Climacteric, characterized by the gradual decrease of the production of the sexual hormones by the ovaries, leads to a hormonal deficiency in the body, responsible for a number of symptoms, that impact negatively on various aspects of women's lives, including their physical performance. Objective: To analyze the relationship between physical performance and climacteric symptoms in middle-aged women. Methodology: This is a cross-sectional analytical study consisting of 491 women aged between 40 and 65 years, residents in Parnamirim/RN. Socio-demographic and sociodemographic data were collected, as well as menopausal stage, reproductive history, measurement of anthropometric data, evaluation of physical performance through Short Physical Performance Battery (SPPB) and the climacteric symptomatology through Menopause Rating Scale (MRS). Pearson's correlation test was used to verify the correlation between quantitative variables and MRS. The bivariate analysis between the categorical variables and MRS were analyzed using the T-test of independent samples and by the analysis of variance (ANOVA), according to the number of categories. For the variables that present more than two categories, a test was performed post hoc (Tukey test). It was considered a confidence interval (CI) of 95% and statistical difference based on p < 0.05. Results: 491 women with a mean age of 49.99 (± 5.60) years were evaluated. There was a statistically significant correlation between all quantitative variables and the somatic domain of MRS. There was a statistically significant correlation between the SPPB and all the domains of MRS, presenting a p value < 0.001 in somatic, urogenital and total and 0.03 in psychological. Conclusion: There was a correlation between physical performance and all types of climacteric symptoms, according to the MRS instrument, in middle-aged women, so that the lower the physical performance, the greater the intensity of the climacteric symptomatology.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9220
Other Identifiers: 2014092296
Appears in Collections:Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RelaçãoentreDesempenhoFísico_Oliveira_2019Texto Completo1.03 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons