Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9174
Title: Conhecimento dos cirurgiões-dentistas do município de Natal/RN sobre o atendimento a pacientes com necessidades especiais
Authors: Ferreira, Érica de Sousa
Keywords: Pessoas com necessidades especiais;Assistência odontológica;Capacitação profissional
Issue Date: 18-Jun-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: FERREIRA, Érica de Sousa. Conhecimento dos cirurgiões-dentistas do município de Natal/RN sobre o atendimento a pacientes com necessidades especiais. 2019. 32 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em odontologia) - Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Introdução: A partir da promulgação da Resolução 25/2002-CFO, publicada no Diário Oficial da União, ficou regulamentada a especialidade odontológica que visa a capacitação do cirurgião-dentista para a realização da atenção odontológica a pacientes que possuam alguma necessidade especial, que dure por um período de tempo de sua vida ou que seja de caráter permanente. Tendo em vista que esse grupo de pacientes precisa de tratamentos específicos de acordo com a necessidade que possui, o cirurgião-dentista deve estar apto para proporcionar um atendimento que melhore a condição de saúde bucal e que também leve em consideração o indivíduo como um todo. Objetivo: Verificar o nível de conhecimento dos cirurgiões-dentistas da cidade de Natal/RN sobre o atendimento a pacientes com necessidades especiais. Métodos: O estudo trata-se de uma investigação observacional, descritiva e transversal, tendo como público alvo 52 cirurgiões-dentistas lotados nos Distritos de Saúde do Município de Natal/RN, e que concordaram participar do estudo, de um universo de 96 profissionais. A coleta de dados ocorreu no primeiro semestre de 2019. Os dados referentes às respostas dos questionários foram inseridos em planilhas elaboradas no aplicativo Microsoft Office Excel, a partir das quais foram calculados os percentuais e analisados em função de cada pergunta com a apresentação em forma de tabelas. Resultados: Dentre os entrevistados, 51,92% classificaram seu grau de conhecimento em relação ao atendimento a pacientes com necessidades especiais como sendo regular, 42,31% disseram possuir um bom conhecimento em relação ao tema, 3,85% disseram possuir um ótimo conhecimento, 1,92% classificaram como péssimo. No geral, 65,38% dos cirurgiões-dentistas afirmaram não estarem capacitados para realizar o atendimento a pacientes com necessidades especiais. Conclusão: Diante dos dados obtidos pode-se verificar que a maioria dos cirurgiões-dentistas apresentou um nível regular de conhecimento em relação ao atendimento a pacientes com necessidades especiais e não se acham adequadamente capacitados para realizar o atendimento clínico a esse grupo de pacientes.
Abstract: Introduction: Since the promulgation of Resolution 25/2002-CFO, published in the Official Gazette of the Union, a dental specialty was regulated that aims to enable the Dental Surgeon to perform dental care for patients who have a special need that lasts for a period of time of his life or that is of permanent character. Considering that this group of patients needs specific treatments according to their needs, the dental surgeon must be able to provide care that improves the oral health condition and also takes into consideration the individual as a whole. For this, it is necessary that the professional has sufficient knowledge, disposition and work condition so that he can perform his duties in the best possible way. Objective: Verify the level of knowledge of dentists in the city of Natal / RN on the care of patients with special needs. Methods: The study is an observational, descriptive and cross-sectional study, with 51 dentists full of dentists in the Health Districts of Natal / RN, who agreed to participate in the study, from a universe of 96 professionals. Data collection took place in the first half of 2019. The data regarding questionnaire responses were inserted in spreadsheets elaborated in the Microsoft Office Excel app, from which the percentages were calculated and analyzed according to each question with the presentation in the form of graphics. Results: Among the interviewees, 51,92% classified their level of knowledge in relation to attending patients with special needs as being regular, 42,31% said they had a good knowledge in relation to the topic, 3,85% said they had a good knowledge, 1,92% rated it as lousy. In general, 65,38% of dental surgeons stated that they were not able to perform care for patients with special needs. Conclusion: In view of the data obtained, it can be verified that the majority of dental surgeons presented a regular level of knowledge regarding the care of patients with special needs and did not feel adequately able to perform clinical care for this group of patients.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9174
Other Identifiers: 2015073704
Appears in Collections:Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ConhecimentoCirurgioesDentistas_Ferreira_2019.pdf689.52 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons