Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/917
Título: Necessidades de informação e o ‘usuário interno’: o caso da biblioteca central Zila Mamede
Autor(es): GOMES, Micarla do Nascimento
Palavras-chave: Necessidade de informação;Usuário interno;Competência informacional
Data do documento: 2014
Editor: Biblioteconomia
Referência: GOMES, Micarla do Nascimento. Necessidades de informação e o ‘usuário interno’: o caso da biblioteca central Zila Mamede. 2014. 65f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) – Departamento de Biblioteconomia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Abstract: A presente pesquisa objetivou verificar as necessidades de informação de uma categoria especifica de usuários, os ‘usuários internos’. Analisa se a competência informacional destes usuários deve ser fortemente desenvolvida com ações de educação continuada. A quantidade de informações que o homem diariamente recebe para exercer atividades laborais, ou para decidir questões pessoais é grande. Essas informações são expressas de forma oral ou escritas, funcionando como uma bússola na orientação ao homem, para que o mesmo possa compreender o mundo a sua volta. Aborda o surgimento e a evolução da biblioteca, bem como o profissional bibliotecário enquanto agente atuante e participativo nesta evolução. Destinadas a ter como público apenas os nobres, a eles o acesso à informação era factual. Ainda assim, não havia a preocupação em ter um público a quem deveria prestava serviço. Destaca as inovações nos estudos de usuários, em que eles passam a ser razão de ser da biblioteca, bem como a abordagem tradicional e a abordagem alternativa, mesmo com suas distintas divergências, ambas há predominante participação do usuário. Metodologicamente o estudo possui abordagem quantiqualitativa, de natureza exploratória em que a ida a campo se torna essencial para a aplicação dos instrumentos de coleta de dados o questionário e a entrevista. Tem como sujeito uma amostragem de “bolsistas de apoio técnico” da Biblioteca Central Zila Mamede; a quem o fito da pesquisa é factual; foi pertinente ainda a realização de entrevista com chefes de alguns setores da Coordenadoria de Apoio ao Usuário e com a diretoria. Os dados coletados indicam que a necessidade de informação dos ‘usuários internos’ são pontuais, facilmente solucionadas e que desenvolvidas no cotidiano, mas, que estes usuários buscam um conhecimento e experiência para sua formação profissional, mesmo sendo ele ainda um aluno da UFRN. Conclui-se que apesar de haver uma satisfação da busca do desempenho profissional destes usuários, é necessário que exista um fluxograma de atividades incluindo a rotatividade em tempo determinado, para que o mesmo conheça outros setores da instituição, garantindo assim o conhecimento e experiência profissional destes usuários. Sugere que a resolução da “bolsa de apoio técnico” tenha descrita as atividades dos “bolsistas” com exatidão para que tanto “bolsista” como a instituição que necessite do auxílio deste nas atividades, saibam suas reais atribuições.
Descrição: Participaram da Banca Examinadora os Professores Luciana Moreira Carvalho (UFRN) e Erinaldo Dias Valerio (UFRN).
URI: http://monografias.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/917
Aparece nas coleções:Biblioteconomia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MicarlaNG_Monografia.pdfTexto completo808,69 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons