Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9136
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorNunes, Romilson de Lima-
dc.contributor.authorOliveira, Jefferson Luiz silva de-
dc.date.accessioned2019-07-03T17:45:51Z-
dc.date.available2019-07-03T17:45:51Z-
dc.date.issued2019-06-
dc.identifier2013092818pt_BR
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Jefferson Luiz silva de. Perfil e prevalência de fator de risco para doenças cardiovasculares em alunos sargentos da PMR. 2019. 43 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Departamento de Educação Física, Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9136-
dc.description.abstractObesity has increased alarmingly in the last twenty years and is now a public health problem worldwide. Obese people usually suffer from comorbidities such as Diabetes and systemic arterial hypertension, and others not yet affected by these comorbidities, are a profile for the development of cardiovascular diseases. The present study had as objective to identify the prevalence of cardiovascular risk factor and to outline the profile of the class of 2019.1 sergeant students, who are in the course at the squad center of the Rio Grande do Norte Military Police (CFAPM-RN)), through the waist-to-hip ratio (WHR). This assessment tool is able to identify risks associated with cardiovascular diseases through the distribution of body fat, where the increase of waist / hip ratio is gradual to risk. Measurements of waist, hip, age and length of service were collected and analyzed after each student's risk classification. Age was able to show the highest frequency in students aged between 40 and 45 years. On the other hand, the time of service, brought a profile, with higher incidence after 22 years of service. Overall, the class was rated with the MODERATE degree of risk, and the longer the service time, the higher the degree of risk. Lack of regular physical activity, sedentary lifestyle, high levels of stress inherent in the profession, extra scales, inadequate food education, and lack of corporate incentives for regular physical training have directly contributed to an increased risk of cardiovascular disease. Politicians and incentive actions for these professionals with moderate, high and very high degree of risk means better service provided, a decrease in service withdrawal and fewer deaths from cardiovascular diseases.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.rightsAttribution-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/*
dc.subject: Obesidade. Diabetes. Perda de peso. Aptidão física. Policiais militares. Doenças cardiovasculares. Polícia militar.pt_BR
dc.subjectObesity. Diabetes. Weight loss. Physical aptitude. Military police. Cardiovascular deseases. Military Police.pt_BR
dc.titlePerfil e prevalência de fator de risco para doenças cardiovasculares em alunos sargentos da PMRNpt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.referees1Albuquerque, Edmilson Pinto-
dc.contributor.referees2Leonardo, Ewerton-
dc.description.resumoAs doenças cardiovasculares, vem tomando grandes proporções em todo o mundo. essas doenças acometem milhões de pessoas em todo o mundo. A Organização Mundial de Saúde estima que em 2030 quase 23,6 milhões de pessoas morrerão de doenças cardiovasculares. (WHO. 2011). No Brasil não é diferente, dados do Ministério da Saúde indicam que aproximadamente 1/3 das mortes, ou seja, 33%, são causadas por Doenças Cardiovasculares (DCV). (DUTRA, et al, 2016).As pessoas obesas geralmente sofrem de comorbidades como Diabetes e Hipertensão arterial sistêmica, e as outras ainda não afetadas com essas comorbidades, configuram-se num perfil para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares (DCVs). O presente estudo teve como objetivo identificar a prevalência de fator do risco cardiovascular e traçar o perfil da turma de alunos sargentos 2019.1, que se encontram em período de curso no Centro de Formação de Praças da Polícia Militar do Rio grande do Norte (CFAPM-RN), através da relação cintura / quadril (RCQ). Esse instrumento de avaliação é capaz de identificar riscos associados às DCVs, através da distribuição de gordura corporal, onde o aumento da relação cintura/quadril é gradual ao risco. As medidas de cintura, quadril, idade e tempo de serviço foram coletadas e analisadas após classificação de risco de cada aluno. Identificou-se maior frequência em alunos com idade entre 40 e 45 anos, tempo de serviço com incidências mais elevadas (>22 anos). A turma foi classifica com o grau de risco MODERADO, e quanto maior o tempo de serviço, maior o grau de risco. A falta de atividades físicas regulares, o sedentarismo, aos altos níveis de estresse inerentes a profissão, escalas extras, uma educação alimentar inadequada e a falta de incentivos da corporação para treinamentos físicos regulares, tem contribuído diretamente para um aumento no riscos cardiovasculares, fazendo-se necessárias intervenções para esses profissionais com grau de risco moderado, alto e muito alto, o significa um melhor serviço prestado, uma diminuição no afastamento do serviço e menos mortes por doenças cardiovasculares.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEducação Física - Bachareladopt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
Appears in Collections:Educação Física (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PerfilePrevalênciadeFator_Oliveira_2019Texto Completo1.03 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons