Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9111
Title: Influência do uso da proantocianidina em um adesivo autocondicionante: avaliação da resistência de união
Authors: Monte, Taynã Cavalcanti de Paiva
Keywords: Resistência de materiais;Proantocianidinas;Adesivos
Issue Date: 18-Jun-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MONTE, Taynã Cavalcanti de Paiva. Influência do uso da proantocianidina em um adesivo autocondicionante: avaliação da resistência de união. 2019. 34 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Objetivos: Avaliar in vitro a resistência de união de um sistema adesivo autocondicionante, e deste modificado com soluções extrativas de semente de uva, a partir de acetona e etanol como solventes. Metodologia: Duas soluções extrativas foram preparadas a partir de extrato de semente de uva em pó dissolvido em acetona e etanol. A partir delas e do adesivo Single Bond Universal (3M ESPE, Neuss, Renânia do Norte-Vestfália, Alemanha), seis sistemas adesivos autocondicionantes experimentais foram preparados, diferindo quanto ao solvente utilizado e às proporções entre o adesivo puro e a solução extrativa, esta, variando em 7,5%, 15% e 30%. Setenta incisivos bovinos hígidos tiveram as raízes removidas com disco de carborundum e as faces vestibulares desgastadas por meio de lixas d’água de granulação 120, 240, 600 e 1200 sob refrigeração até expor a dentina superficial. Os dentes foram distribuídos de forma aleatória em sete grupos distintos, Controle; A7,5; A15; A30; E7,5; E15; e E30, contendo 10 elementos cada. A aplicação dos sistemas adesivos foi executada de acordo com as recomendações do fabricante do Single Bond Universal. A restauração foi realizada por meio de uma matriz de silicone com dimensões 2 mm de altura e 4 mm de diâmetro na qual foi inserido o material restaurador em incremento único e fotopolimerizado por 40s. Após três meses armazenados em água destilada, os espécimes foram submetidos ao teste de resistência de união. O método estatístico empregado foi o Teste Paramétrico Anova 1 Fator e pós- teste de Tanhane (p<0,05). Resultados: Os grupos A7,5, E7,5 e E30 não apresentaram diferença em relação ao grupo Controle; os grupos A15 e A30 mostraram desempenho estatisticamente semelhante entre si; e o grupo E15 não apresentou diferença estatística em relação com os outros grupos de adesivos avaliados. Conclusão: A adição de proantocianidina teve efeitos diferentes a depender dos solventes e das concentrações utilizadas, mas sem alterar significativamente o desempenho do adesivo.
Abstract: Objectives: To evaluate in vitro the bond strength of the self-etching adhesive system, and of this modified with extractive solutions of grape seed, from acetone and ethanol as solvents. Methodology: Two extractive solutions were prepared from powdered grape seed extract dissolved in acetone and ethanol. From these, and from the Single Bond Universal Adhesive (3M ESPE, Neuss, North Rhine-Westphalia, Germany), six self-etching adhesive systems were prepared, differing as to the solvent used and the ratio of pure adhesive to extractive solution, varying by 7.5%, 15% and 30%. Seventy healthy bovine incisors had roots removed with carborundum disc and the vestibular faces worn by means of 120, 240, 600 and 1200 granulation water sands under refrigeration until exposing the superficial dentin. The teeth were randomly distributed into seven distinct groups, Control; A7,5; A15; A30; E7,5; E15; and E30, containing 10 elements each. The application of adhesive systems was performed according to the recommendations of the manufacturer of the Universal Single Bond. The restoration was carried out by means of a silicon matrix with dimensions 2 mm in height and 4 mm in diameter in which the restoring material was inserted in a single increment and photopolymerized for 40 s. After three months stored in distilled water, the specimens were submitted to the bond strength test. The statistical method used was the Anova 1 Parametric Test and Tanhane post-test (p <0.05). Results: The groups A7.5, E7.5 and E30 presented no difference in relation to the Control group; the groups A15 and A30 showed statistically similar performance among themselves; and the E15 group did not present statistical difference in relation to the other groups of adhesives evaluated. Conclusion: The addition of proanthocyanidin had different effects depending on the solvents and concentrations used, but without significantly altering the performance of the adhesive.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9111
Other Identifiers: 20150120398
Appears in Collections:Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
InfluenciaUsoProantocianidina_Monte_2019.pdf1.01 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons