Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9109
Title: Avaliação sobre as formas de abordagem terapêutica mais empregadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária cervical
Authors: Marinho, Robério Medeiros do Nascimento
Keywords: Hipersensibilidade da dentina;Retração gengival;Etiologia;Terapêutica;Dentin hypersensitivity;gingival retraction;etiology;therapy
Issue Date: 18-Jun-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MARINHO, Robério Medeiros do Nascimento. Avaliação sobre as formas de abordagem terapêutica mais empregadas para o tratamento da hipersensibilidade dentinária cervical. 2019. 49 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: A hipersensibilidade dentinária cervical (HSDC) é caracterizada pela perda de esmalte e de cemento na região cervical dos dentes e consequente exposição dos túbulos dentinários que levam a uma condição dolorosa e de desconforto para o paciente. Para o seu tratamento existe uma variedade de agentes dessensibilizantes, no entanto, nenhum deles possibilita a sua completa solução, não havendo um tratamento universal. Diante dessa variedade de medicamentos e de ser uma doença de causas multifatoriais, este trabalho teve como objetivo investigar quais as formas de tratamento mais utilizadas pelos cirurgiões dentistas. Para isso foram avaliadas, comparativamente, as formas de abordagens terapêuticas mais empregadas para tratar a HSDC, segundo a especialidade odontológica. Foram entrevistados 47 cirurgiões dentistas da cidade do Natal-RN, por meio de um questionário, o qual continha a imagem de três casos: HSDC com recessão gengival RT1, sem perda de estrutura (caso 1), HSDC sem recessão gengival (caso 2) e HSDC com recessão gengival RT1 e perda de estrutura (caso 3) e pedia-se que fossem indicadas três opções de tratamento, para cada situação. Quando levado em conta a amostra total, os profissionais indicaram com maior frequência para o caso 1, tratamentos não invasivos como as duas primeiras opções de tratamento (orientação de higiene oral e verniz fluoretado) e a terceira opção um tratamento invasivo (recobrimento radicular com enxerto gengival), no caso 2, foram indicados tratamentos não invasivos (orientação de higiene oral; enxaguatório diário com fluoreto de sódio a 0,05%; dentifrícios contendo nitrato de potássio), em todas as opções de tratamento e no caso 3, foi indicado o tratamento invasivo (recobrimento radicular com enxerto gengival), nas duas primeiras opções de tratamento e na terceira opção de tratamento foi o não invasivo (como o enxaguatório diário com fluoreto de sódio a 0,05%). Concluimos que: Os profissionais com até cinco anos de experiência, apresentam um maior conhecimento sobre a etiologia e teste diagnóstico dessa patologia; os cirurgiões dentistas independente do tempo de profissão, indicam, com maior frequência, os tratamentos menos invasivos; Os cirurgiões dentistas da cidade do Natal, estão atuando de acordo com a literatura, iniciando o tratamento com o uso de agentes não invasivos (de acordo com a situação clínica), ou iniciando com tratamento invasivo (dependendo do caso). No entanto é necessário sempre estar atualizado.
Abstract: Cervical dentin hypersensitivity (HSDC) is characterized by loss of enamel and cementum in the cervical region of the teeth and consequent exposure of the dentinal tubules leading to a painful condition and discomfort for the patient. For its treatment there are a variety of desensitizing agents, however, none of them makes possible its complete solution, not having a universal treatment. Faced with this variety of medication and being a multifactorial disease, this study aimed to investigate which forms of treatment are most used by dentists. In order to do so, the most widely used therapeutic approaches to treat HSDC, according to etiology and dental specialty, were comparatively evaluated. We interviewed 47 dentists in the city of Natal-RN, using a questionnaire, which contained three cases: HSDC with gingival recession RT1, without loss of structure (Case 1), HSDC without gingival recession (Case 2) and HSDC with gingival recession RT1 and loss of structure (Case 3) and it was asked to indicate three treatment options for each situation. When taken into account the total sample, professionals indicated more frequently for case 1, non-invasive treatments such as the first two treatment options (oral hygiene orientation and fluoride varnish) and the third option an invasive treatment (root coverage with gingival graft), in case 2, non-invasive treatments were indicated (oral hygiene orientation, mouthwash contais sodium fluoride 0.05%, dentifrices containing potassium nitrate) in all treatment options and in case 3, invasive treatment was indicated (root coverage with gingival graft) in the first two treatment options and the third treatment option was noninvasive (as the mouthwash contains sodium fluoride 0.05%). Conclude that: Professionals with up to five years of experience present a greater knowledge about the etiology and diagnostic test of this pathology; dental surgeons independent of the time of profession, more often indicate less invasive treatments; Dental surgeons in the city of Natal are acting according to the literature, initiating treatment with the use of non-invasive agents (according to the clinical situation), or starting with invasive treatment (depending on the case). However it is necessary to always be updated.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9109
Other Identifiers: 2015004340
Appears in Collections:Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliacaoFormasAbordagem_Marinho_2019.pdf1.01 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons