Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9033
Title: Avaliação das propriedades de flamablidade e resistência à flexão de poliéster reforçado com fibra de vidro aditivado com retardante de chama.
Other Titles: Assessment of flammability and flexural strength properties of fiber glass reinforced polyester with flame retardant additives
Authors: Pinheiro, Iago de Souza
Keywords: Retardantes de chama, flexão, fibra de vidro, UL-94, trióxido de antimônio, óxido de decabromodifenila, PRFV.;Flame retardants, flexural, fiberglass, UL-94, antimony trioxide, decabromodiphenyl oxide, FRP
Issue Date: 18-Jun-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: PINHEIRO, Iago de Souza. Avaliação das propriedades de flamablidade e resistência à flexão de poliéster reforçado com fibra de vidro aditivado com retardante de chama. 2019. 41f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Mecânica) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: O uso do Poliéster reforçado com fibra de vidro (PRFV) tem ganhado cada vez mais espaço no mercado nacional e internacional pela qualidade dos produtos fabricados, peso e vasta aplicação. A partir da aditivação de materiais o PRFV podem ganhar melhorias significativas quando falamos em resistência mecânica ao fogo, água ou intemperes ocasionados pela natureza. O objetivo desse trabalho foi avaliar a influência de retardantes antichamas incorporados no compósito polimérico e avaliar a resistência a flexão desses materiais. Essa ideia surgiu a partir de dificuldades encontradas no ensaio de flexão e no de flamabilidade dos postes e cruzetas de PRFV aditivados na empresa do Rio grande do Norte que fabrica esses produtos. Foram analisados retardantes de chama orgânicos (óxido de decabromodifenila (DBDPO)) e inorgânicos (trióxido de antimônio (Sb2O3)), incorporados na resina de poliéster insaturada reforçada com fibra de vidro. De acordo com a investigação laboratorial feita concluímos que todas as formulações apresentaram resultados mecânicos bastante homogêneos quando analisados com os desvios padrões. E a formulação perfeita foi a única que passou no teste de flamabilidade com a composição de 5% de trióxido de antimônio e 6% de óxido de decabromodifenila.
Abstract: The use of fiberglass reinforced polyester (FRP) has been gaining more space in the national and international markets for the quality of manufactured products, weight and wide application. From the additivation of materials the FRP can gain significant improvements when we speak of mechanical resistance to fire, water or problems caused by nature. The objective of this work was to evaluate the influence of anti-flame retardants incorporated in the polymer composite and to evaluate the flexural strength of these materials. This idea arose from difficulties encountered in the flexural test and in the flammability test of the FRP posts and crosses added in the Rio Grande do Norte company that manufactures these products. Organic flame retardants (decabromodiphenyl oxide (DBDPO)) and inorganic (antimony trioxide (Sb2O3)) were incorporated into the glass fiber reinforced unsaturated polyester resin. According to the laboratory investigation, we concluded that all formulations presented fairly homogeneous mechanical results when analyzed with the standard deviations. And the perfect formulation was the only one that passed the flammability test with the composition of 5% antimony trioxide and 6% decabromodiphenyl oxide
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9033
Other Identifiers: 20170010070
Appears in Collections:Engenharia Mecânica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Avaliaçãodaspropriedadesdeflamablidaderesistênciaàflexão_Pinheiro_2019 .pdfAvaliaçãodaspropriedadesdeflamablidaderesistênciaàflexão_Pinheiro_20192.29 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Aprovação TCC.pdfAta de aprovação400.62 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons