Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9022
Title: Análise da expressão gênica das aminopeptidases ERAP1, ERAP2 e LNPEP em gestantes com pré-eclâmpsia.
Authors: Holanda, Ingrid de Paula
Keywords: Pré-eclâmpsia;Aminopeptidases;Genética;SNP
Issue Date: 7-Jun-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: HOLANDA, Ingrid de Paula. Análise da expressão gênica das aminopeptidases ERAP1, ERAP2 e LNPEP em gestantes com pré-eclâmpsia. 2019. 52f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: A pré-eclâmpsia é uma doença hipertensiva da gravidez caracterizada pelo desenvolvimento de hipertensão após a 20ª semana de gestação acompanhada de proteinúria. É a maior causa de morte materno-fetal e possui grande complexidade devido ao seu caráter multifatorial. Estudos genéticos em diferentes populações indicaram os genes ERAP1, ERAP2 e LNPEP como importantes genes candidatos da pré-eclâmpsia. Esses genes codificam aminopeptidases, enzimas envolvidas em vários processos biológicos que vão de infecção ao câncer, além de hipertensão. Através da atividade peptidase, ERAP1 e ERAP2 regulam a pressão sanguínea (alvo: angiotensina II) e LNPEP promove a homeostase na gravidez e parto (alvo: ocitocina). O gene ERAP1 possui variantes associadas a doenças autoimunes e hipertensão essencial, são elas a rs30187 e rs27044, essas variantes provocam alterações funcionais no produto do gene. OBJETIVO: O objetivo deste trabalho é avaliar a expressão gênica das aminopeptidases em gestantes com pré-eclâmpsia (n=25) e normotensas (n=21), além de avaliar o efeito das variantes de ERAP1 (rs30187 e rs27044) na expressão das aminopeptidases nos diferentes grupos. MÉTODOS: A expressão gênica das aminopeptidases foi avaliada utilizando a técnica de PCR em tempo real e as variantes foram genotipadas através da técnica de SNaPshot®. Os ensaios foram realizados a partir de amostras de sangue total de grávidas voluntárias da Maternidade Escola Januário Cicco. RESULTADOS: Os grupos pré-eclâmpsia e normotensa apresentaram perfis de expressão de aminopeptidases distintos (p=0,01). As variantes rs30187 e rs27044 não provocaram efeitos nos níveis de expressão de ERAP1 (p-valor>0,05). A concentração plasmática de Erap1 nas amostras analisadas estiveram abaixo do limite de detecção do ensaio (0,156 ng/ml). CONCLUSÃO: O estudo apresentou diferenças no perfil de expressão das aminopeptidases entre os grupos, destacando o envolvimento das mesmas com as doenças hipertensivas da gravidez que vem sendo evidenciado nos últimos tempos na literatura.
Abstract: Pre-eclampsia is a hypertensive disease of pregnancy characterized by the development of hypertension after the 20th week of pregnancy accompanied by proteinuria. It is the major cause of maternal-fetal death and is highly complex due to its multifactorial nature. Genetic studies in different populations indicated the ERAP1, ERAP2 and LNPEP genes as important candidate genes for pré-eclâmpsia. These genes encode aminopeptidases, enzymes involved in various biological processes ranging from cancer to infections, in addition to hypertension. Through its peptidase activity, ERAP1 and ERAP2 regulate blood pressure (target: angiotensin II) and LNPEP promotes homeostasis in pregnancy and delivery (target: oxytocin). The ERAP1 gene has variants associated with autoimmune diseases and essential hypertension, they are rs30187 and rs27044, these variants cause functional alterations in the gene product. OBJECTIVE: The objective of this study was to evaluate the gene expression of aminopeptidases in pregnant women with pre-eclampsia (n = 25) and normotensive (n = 21), and to evaluate the effect of ERAP1 variants (rs30187 and rs27044) on the expression of aminopeptidases in different groups. METHODS: Gene expression of aminopeptidases was evaluated using the real-time PCR technique and the variants were genotyped using the SNaPshot® technique. The tests were performed from whole blood samples of pregnant volunteers from the Maternidade Escola Januário Cicco. RESULTS: The pre-eclampsia and normotensive groups had distinct aminopeptidase expression profiles (p = 0.01). Variants rs30187 and rs27044 had no effect on ERAP1 expression levels (p-value> 0.05). The plasma concentration of Erap1 in the analyzed samples was below the detection limit of the assay (0.156 ng / ml). CONCLUSION: The study showed differences in the aminopeptidase expression profile between the groups, highlighting the involvement of these aminopeptidases with the hypertensive diseases of pregnancy that has been evidenced in recent times in the literature.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/9022
Other Identifiers: 20150114837
Appears in Collections:Biomedicina

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaliseExpressaoGenica_Holada_2019.pdf815.6 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons