Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8956
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBarbosa, Isabelle Ribeiro-
dc.contributor.authorSantos, Maria Aparecida Paulo dos-
dc.date.accessioned2019-07-01T12:30:02Z-
dc.date.available2019-07-01T12:30:02Z-
dc.date.issued2019-06-04-
dc.identifier20155133147pt_BR
dc.identifier.citationSANTOS, Maria Aparecida Paulo dos. Incidência e mortalidade por câncer de ovário na América Latina. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Santa Cruz, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8956-
dc.description.abstractObjectives: To analyze incidence and mortality trends for ovarian cancer in Latin America. Methods: Ecological study of a time series, with incidence data extracted from the International Agency for Research on Cancer (IARC) during the years 1990 to 2012 and mortality data obtained from 17 countries of the World Health Organization (WHO). Results: The highest incidence rates for ovarian cancer were observed in Colombia and Brazil in the age group above 60 years and lower incidence rates are observed in the age group 0 to 39 years, with a trend of stability for the historical cohort. For mortality trends in the age group of 60-74 years, only Costa Rica presented a reduction, the others presented increase and stability. Conclusion: The incidence of ovarian cancer in Latin America was stable in most countries. Increased and stable mortality trends were observed.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.rightsCC0 1.0 Universal*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/publicdomain/zero/1.0/*
dc.subjectNeoplasias ovarianaspt_BR
dc.subjectTendênciaspt_BR
dc.subjectIncidênciapt_BR
dc.subjectMortalidadept_BR
dc.subjectEpidemiologiapt_BR
dc.titleIncidência e mortalidade por câncer de ovário na América Latinapt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.advisor-co1Fábia Cheyenne Gomes de Morais Fernandespt_BR
dc.contributor.referees1Barbosa, Isabelle Ribeiro-
dc.contributor.referees2Silva, José Adailton da-
dc.description.resumoObjetivos: analisar as tendências da incidência e mortalidade para o câncer de ovário na América Latina. Métodos: Estudo ecológico de série temporal, com dados de incidência extraídos da Agência Internacional para Pesquisa do Câncer (IARC) durante os anos 1990 a 2012 e dados de mortalidade obtidos de 17 países da Organização Mundial da Saúde (OMS). Resultados: As maiores taxas de incidência para o câncer de ovário foram observadas em Colômbia e Brasil na faixa etária acima de 60 anos e menores taxas de incidência são observadas na faixa etária de 0 a 39 anos, com tendência de estabilidade para a coorte histórica. Para as tendências de mortalidade na faixa etária de 60-74 anos, apenas Costa Rica apresentou redução, os demais apresentaram aumento e estabilidade. Conclusão: A incidência do câncer de ovários na América latina apresentou estabilidade na maioria dos países. Observou-se aumento e estabilidade nas tendências de mortalidade.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEnfermagempt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
dc.contributor.referees3Martins, Quênia Camille Soares-
Appears in Collections:FACISA - Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC - MARIA APARECIDA repositório.pdf573.5 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons