Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8949
Título: Usando técnicas de mineração de repositórios software para apoiar a automação de testes de software
Título(s) alternativo(s): Using software repository mining techniques to support automation of software testing
Autor(es): Rêgo Neto, José Gameleira do
Palavras-chave: testes de software;software testing;automação de testes;test automation;mineração de repositórios de software;software repository mining
Data do documento: 13-Jun-2019
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: RÊGO NETO, José Gameleira do. Usando Técnicas de Mineração de Repositórios de Software para Apoiar a Automação de Testes de Software. 2019. 51f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Curso de Bacharelado em Ciências da Computação, Departamento de Informática e Matemática Aplicada, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Resumo: O desenvolvimento de sistemas de software de qualidade exige a aplicação de técnicas de teste de software que buscam minimizar o aparecimento de comportamentos inesperados. Em grandes projetos, a tendência é termos uma maior quantidade de testes, sendo desejável a automação de uma parte considerável deles. Em um cenário ideal, todos os testes existentes poderiam ser automatizados, entretanto, normalmente existe um grande custo associado a tal automação. Este trabalho de conclusão de curso tem como objetivo utilizar técnicas de mineração de repositórios de software para prover indicadores de quais testes manuais são bons candidatos a serem automatizados. Buscando alcançar tal objetivo, o trabalho utiliza informações relacionadas a similaridade de testes automatizados e manuais, assim como informações de quais funcionalidades de um dado sistema são mais executadas e apresentam mais erros no ambiente de produção. Tais informações são então utilizadas para produzir um ranqueamento de prioridade de testes manuais candidatos existentes a serem automatizados. A abordagem proposta é demonstrada e aplicada sobre informações e artefatos de testes do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA).
Abstract: The development of quality software systems requires the application of software testing techniques that seek to minimize the appearance of unexpected behaviors. In large software projects, the tendency is to have a high number of tests, and the automation of a considerable part of them is desirable. In an ideal scenario, all existing tests could be automated, however, there is usually a high cost associated with such automation. This dissertation work aims to utilize software repository mining techniques to provide indicators of which manual tests are good candidates to be automated. Seeking to achieve such goal, the work uses information related to the similarity of automated and manual tests, as well as information on which features of a given system are most executed and present more errors in the production environment. Such information is then used to produce a priority ranking of existing candidate manual tests to be automated. The proposed approach is demonstrated and applied about informations and test artifacts from the Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA)
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8949
Outros identificadores: 20180008254
Aparece nas coleções:Ciência da Computação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
UsandoTecnicasMineracaoTestesSoftware_RegoNeto_2019.pdf2.05 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.