Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8908
Title: Fatores relacionados às escolhas alimentares de trabalhadores da indústria de alimentos e bebidas do RN
Authors: Gurgel, Heloisa Nicolau
Keywords: Comportamento Alimentar;Consumo de Alimentos;Saúde do Trabalhador
Issue Date: 13-Jun-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: GURGEL, H. N. Fatores de influência sobre escolhas alimentares de trabalhadores da indústria de alimentos e bebidas. 2019. 38f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Departamento de Nutrição, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: As escolhas alimentares estão estritamente ligadas ao estado nutricional e de saúde da população e podem ser tratadas como um fenômeno complexo e multifatorial, transcendendo as necessidades biológicas e englobando aspectos psicológicos, socioculturais, éticos, econômicos, dentre outros. Nesse contexto, as escolhas alimentares são realizadas com base, dentre outros fatores, no valor atribuído ao alimento e do grau de liberdade que o indivíduo tem para realizar as suas próprias escolhas. Por essa razão, o presente trabalho teve como objetivo avaliar os fatores de influência sobre as escolhas alimentares de trabalhadores de empresas beneficiárias do Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT) no RN. Para tanto, foi desenvolvido um estudo descritivo, observacional, transversal e retrospectivo, envolvendo 189 trabalhadores de 7 indústrias de transformação do segmento de alimentos e bebidas cadastradas no PAT, que concordaram em participar do estudo por meio da assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Por meio da aplicação de um modelo adaptado e traduzido para o português, do questionário Food Choice Questionnaire (FCQ), foram avaliadas 9 dimensões observadas no instrumento, sendo elas: saúde, familiaridade, conteúdo natural, ética, humor, conveniência, apelo sensorial, preço e controle de peso. A pontuação foi obtida com base em uma escala crescente do tipo likert que determinou o grau de relevância variando de 1 a 4, onde (1) nada importante, (2) pouco importante, (3) moderadamente importante e (4) muito importante. Para identificar os fatores determinantes, foram considerados (1) e (2) como menos determinantes e (3) e (4) como mais determinantes nas escolhas dos alimentos. Os resultados obtidos demonstraram que os trabalhadores do estudo foram, em sua maioria, do sexo masculino, com faixa etária de 30 – 40 anos, com estado civil de casado e renda salarial média de 1 salário mínimo, apresentando um perfil antropométrico predominante para excesso de peso. Os graus de relevância mais atribuídos pelos trabalhadores foram “nada importantes” para a dimensão preocupação ética e “muito importante” para a dimensão “apelo sensorial”. Enquanto as dimensões que abrigam os fatores determinantes das escolhas alimentares dos trabalhadores da indústria do Rio Grande do Norte foram “apelo sensorial”, “preço”, “conveniência” e “saúde”.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8908
Other Identifiers: 2015074102
Appears in Collections:Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FATORESRELACIONADOSESCOLHASALIMENTARES_GURGEL_2019.pdf583,67 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.