Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8842
Title: Terapia nutricional comportamental em mulheres com sobrepeso e obesidade: um estudo caso controle
Authors: Silva, Franciane Pereira da
Keywords: Sobrepeso;Dieta;Comportamento Alimentar
Issue Date: 13-Jun-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Franciane Pereira da. Terapia nutricional comportamental em mulheres com sobrepeso e obesidade: um estudo caso controle. 2019. 63 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Santa Cruz, 2019.
Portuguese Abstract: A obesidade é uma doença que afeta 39% das mulheres e 39% dos homens com 18 anos ou mais no mundo. Definida como doença crônica que tem como principal característica o acúmulo excessivo de gordura corporal. Como uma opção de tratamento os indivíduos com sobrepeso ou obesidade passam a ver nas dietas restritivas a solução para a perda de peso imediata, o que pode trazer riscos à saúde. Além desse método existe atualmente uma abordagem terapêutico nutricional, que trata o indivíduo considerando-o pessoa ativa no processo de mudança do comportamento alimentar. O objetivo desse estudo é comparar o tratamento nutricional tradicional e a terapia nutricional comportamental em relação aos seguintes fatores: motivação pessoal, comportamento alimentar, comer intuitivo, neofobia alimentar, satisfação e adesão ao tratamento. Trata-se de um estudo experimental unicego, onde mulheres adultas jovens (n=23) foram alocadas aleatoriamente em grupos de tratamento nutricional: atendimento nutricional tradicional (ANT) (n=13) e o atendimento nutricional comportamental (ANC) (n=10) e avaliadas quanto a motivação pessoal, comportamento alimentar, comer intuitivo, neofobia alimentar, satisfação e adesão ao tratamento. As componentes do grupo ANT tiveram aumento na escala de restrição, muito embora a ingestão externa e emocional tenham obtido significativa melhora, aumentaram seus escores para atenção plena, porém se tornaram mais neofóbicas, considerando o prazo de duração do tratamento. As integrantes do ANC aumentaram seu nível de ação, dentro da escala de motivação e melhoraram no aspecto de ingestão por razões emocionais. Os resultados reforçam a contra recomendação de dietas restritivas para o tratamento de sobrepeso e obesidade e contribuem para o desenvolvimento de novas estratégias nutricionais para tratamento de indivíduos com insucesso em planos alimentares.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8842
Other Identifiers: 2015091696
Appears in Collections:Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Terapianutricionalcomportamental_Silva_2019.pdf
Restricted Access Until 2020-09-19
Pretendo submeter para a Revista Appetite, por isso necessito de um prazo para que o trabalho ainda seja tido como inédito para a editora e assim eles aceitem meu manuscrito.
705.16 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons