Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8782
Título: Carcinógenos químicos no perfil alimentar e nos hábitos de vida de indivíduos com câncer gástrico
Autor(es): Solano, Idaliana Cyntia Silva de Souza
Palavras-chave: carcinógenos;câncer de estômago;consumo alimentar;hábitos alimentares saudáveis
Data do documento: 7-Jun-2019
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: SOLANO, Idaliana Cyntia Silva de Souza. Carcinógenos químicos no perfil alimentar e nos hábitos de vida de indivíduos com câncer gástrico. 2019. 49f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) – Departamento de Nutrição, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Resumo: O consumo alimentar e hábitos de vida do indivíduo apresentam uma forte relação com o desenvolvimento de neoplasias malignas. Sendo assim, esse trabalho tem como objetivo conhecer a presença de carcinógenos químicos no perfil alimentar atual e nos hábitos de vida de indivíduos com câncer gástrico. Trata-se de um estudo observacional, descritivo e transversal com pacientes oncológicos, adultos e idosos, de ambos os sexos, diagnosticados com câncer gástrico, em acompanhamento nutricional ambulatorial ou internados no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL). A coleta das informações biodemográficas e clínicas foram realizadas em formulário específico, e o consumo alimentar mediante recordatório alimentar 24 horas. O estado nutricional foi identificado por meio da Avaliação Subjetiva Global Produzida Pelo Próprio Paciente (ASG-PPP) e cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC). Foram avaliados o consumo de Na, de alimentos com compostos N-nitrosos, como também o uso de álcool e tabaco. As informações coletadas foram organizadas em planilha do Microsoft Excel. Participaram do estudo 12 indivíduos, destes 50% tinham sido submetidos à gastrectomia. A ASG-PPP identificou 91,6% dos pacientes com algum grau de desnutrição. O consumo de Na foi inferior às recomendações, com média de 1,1mg/dia e não foi identificado o consumo de compostos N-nitrosos nos recordatórios avaliados. Foi constatado que 66,6% dos pacientes nunca foram usuários nem de álcool e nem de tabaco. O presente estudo constatou um padrão comum no perfil alimentar atual, com a adoção de hábitos alimentares e de vida saudáveis, com consumo de alimentos com baixo teor de Na, podendo ser consequência da conscientização acerca da importância da alimentação saudável na adjuvância do tratamento oncológico, como também a intensão de minimizar as chances de recidiva da doença.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8782
Outros identificadores: 2014071287
Aparece nas coleções:Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Carcinógenoscâncergástrico_Solano_2019.pdfMonografia1,57 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons