Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8758
Title: Principais anticorpos irregulares em politransfundidos: Uma revisão de literatura
Authors: Santander, Nathalia Caroline Lopes Ferreira
Keywords: transfusão de sangue, aloanticorpos, reação transfusional;blood transfusion, alloantibodies, transfusion reaction.
Issue Date: 3-Jun-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SANTANDER, Nathalia Caroline Lopes Ferreira. Principais anticorpos irregulares em politransfundidos: uma revisão de literatura. 2019. 45f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Centro de Bionciências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Os anticorpos anti-eritrocitários são produzidos contra epítopos presentes nas superfícies das hemácias e são classificados como irregulares, quando aparecem no plasma após sensibilização por gestação ou transfusão incompatíveis, também ditos aloanticorpos, e como regulares, quando a sua presença não requer exposição prévia ao antígeno eritrocitário, como acontece com os anticorpos naturais do sistema ABO. A transfusão de sangue é uma medida terapêutica bastante utilizada na prática clínica, em especial nos pacientes com doença falciforme, talassemias, leucemias, dentre outras doenças hematológicas e visa melhorar a qualidade de vida dos indivíduos que dela necessitam, reduzindo a morbidade e mortalidade dessas doenças. Entretanto, assim como outras intervenções terapêuticas, pode levar a complicações como reações hemolíticas, aloimunização, risco de transmissão de agentes infecciosos, dentre outras. Nesse contexto, os pacientes que recebem hemocomponentes com frequência, também chamados politransfundidos, estão mais susceptíveis a desenvolverem reações transfusionais hemolíticas, agudas ou tardias, advindas da presença de aloanticorpos. Para a medicina transfusional os sistemas de grupos sanguíneos mais relevantes são: ABO, Rh, Kell, Duffy, Kidd, Lewis, MNS e Diego e a pesquisa e identificação de anticorpos irregulares visa garantir a segurança dos procedimentos hemoterápicos e reduzir o percentual das aloimunizações, além da possibilidade de identificar fenótipos raros. Todavia, a dificuldade nos estudos da área se baseia na quantidade de antígenos eritrocitários, que atualmente ultrapassam 300, na sua diversidade estrutural e principalmente pelo fato da aloimunização ser de caráter multifatorial, influenciada por fatores genéticos e ambientais.
Abstract: Anti-erythrocyte antibodies are produced against epitopes present on the surfaces of red blood cells and are classified as unexpected when they appear after when they appear in plasma after incompatible gestation or transfusion, also known as alloantibodies. They are classified as regular, when their presence does not require previous exposure to the erythrocyte antigen, as with the natural antibodies of the ABO system. Blood transfusion is used as a therapeutic measure in clinical practice, especially in patients with sickle cell disease, thalassemias, leukemias and others hematological illness with the purpose of improving the quality of life of the individuals who need it, reducing the morbidity and mortality of these diseases. However, as with other therapeutic interventions, it can lead to complications such as hemolytic reactions, alloimmunization, risk of transmission of infectious agents, among others. In this context, patients receiving frequent blood transfusions, also called polytransfused, are more likely to develop acute or late hemolytic transfusion reactions from the presence of alloantibodies. For transfusion medicine the most relevant blood group systems are ABO, Rh, Kell, Duffy, Kidd, Lewis, MNS and Diego and the search for and identification of irregular antibodies is aimed at ensuring the safety of hemotherapy procedures and reducing the percentage of alloimmunizations, besides the possibility of identifying rare phenotypes. However, the difficulty studies in the area is based on the number of erythrocyte antigens, which currently exceed 300, in their structural diversity and mainly because the alloimmunization is multifactorial., influenced by genetic and environmental factors.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8758
Other Identifiers: 2014071204
Appears in Collections:Biomedicina

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PrincipaisAnticorposIrregulares_Santander_2019.pdf755.34 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons