Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8735
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFurukava, Marciano-
dc.contributor.authorLuz, Igor Vitorino da-
dc.date.accessioned2019-06-19T11:13:29Z-
dc.date.available2019-06-19T11:13:29Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier2016008999pt_BR
dc.identifier.citationLUZ, Igor Vitorino da. Corrosão em Estruturas de Concreto Armado: Monitoração, Causas e Mecanismos. 2019. 104 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Materiais) - Departamento de Engenharia de Materiais, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8735-
dc.description.abstractThe reinforced concrete, like all engineering material, also undergoes degenerative processes. However, something that has called attention is the high number of structures that were designed to last 50 years presenting pathological manifestations before the expected age. The most common pathology in these processes is the corrosion of concrete steel. It is very important the updated knowledge about this phenomenon, as it entails high costs and several damages to the structure, which can lead to partial or total colapse. This research aims to make a survey, based on bibliographies, of the aggressive conditions to the reinforced concrete, the causes and mechanisms of the corrosive processes to the reinforcements and the consequences of the exposure of the reinforced concrete to aggressive environments. In specific it is expected to develop a research on monitoring the propagation of aggressive agents within the reinforced concrete, based on laboratory testing methodologies, in order to contribute to the reduction of costs caused by corrosive processes. Some specimens were molded and exposed for a period of approximately 1 year to various aggressive conditions. After 12 months they were submitted to the following tests for corrosion monitoring: axial compression strength, surface hardness evaluation, colorimetric tests, apparent electrical resistivity of the concrete and verification of the corrosion rate of the reinforcement by the gravimetric method. Satisfactory results were found, consistent with those explained in the bibliographies.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectCorrosãopt_BR
dc.subjectDegradaçãopt_BR
dc.subjectConcreto armadopt_BR
dc.subjectEnsaiospt_BR
dc.titleCorrosão em Estruturas de Concreto Armado: Monitoração, Causas e Mecanismospt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.referees1Diniz, Hudson Rafael Pereira-
dc.contributor.referees2Furukava, Márcio-
dc.description.resumoO concreto armado, como todo material de engenharia, também passa por processos degenerativos. Porém, algo que tem chamado atenção é o elevado número de estruturas de que foram projetadas para durarem 50 anos apresentando manifestações patológicas bem antes da idade prevista, sendo a patologia mais comum nessas o processo de corrosão de armaduras. É muito importante o conhecimento atualizado e abrangente sobre esse fenômeno, pois o mesmo acarreta altos custos e diversos danos à estrutura, podendo leva-la ao colapso parcial ou total. Esse trabalho tem como objetivo fazer um levantamento, baseado em bibliografias, das condições agressivas ao concreto armado, as causas e mecanismos dos processos corrosivos às armaduras e as consequências da exposição do concreto armado a ambientes agressivos. Em específico, espera-se desenvolver uma pesquisa voltada para a monitoração da propagação de agentes agressivos dentro do concreto armado, fundamentada em metodologias de ensaios realizadas em laboratório e in loco, para, dessa forma, contribuir com a redução dos custos causados pelos processos corrosivos. Diversos corpos-de-prova foram moldados e expostos, por um intervalo de tempo de aproximadamente 1 ano, a várias condições de agressividade. Após os 12 meses eles foram submetidos aos seguintes ensaios para monitoramento da corrosão: resistência à compressão axial, avaliação da dureza superficial, ensaios colorimétricos, resistividade elétrica aparente do concreto e verificação da taxa de corrosão das armaduras pelo método gravimétrico. Foram encontrados resultados satisfatórios, condizentes com os explicados nas bibliografias.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEngenharia de Materiaispt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
Appears in Collections:Engenharia de Materiais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA - CEMat _ IGOR VITORINO DA LUZ.pdfMonografia_Igor Vitorino da Luz3.25 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons