Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8623
Title: Prevalência de fatores associados a anquiloglossia em recém nascidos.
Other Titles: Prevalence of factors associated with ankyloglossia in newborns.
Authors: Bezerra, Matheus
Keywords: Aleitamento materno;Odontopediatria;Freio lingual;Anquiloglossia;Breastfeeding;Lingual brake;Pediatric dentistry;Ankyloglossia
Issue Date: 14-Dec-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BEZERRA, Matheus. Prevalência de fatores associados a anquiloglossia em recém nascidos. 2018. 35 f. Trabalho de conclusão de residência multiprofissional em atenção básica (pós graduação em saúde coletiva) - Escola Multicampi de Ciências Médicas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Currais Novos, 2018.
Portuguese Abstract: A língua é um dos músculos de extrema importância nas funções de sucção, deglutição, mastigação e fala, além de ser responsável pelo desenvolvimento das estruturas ao seu redor. Ela pode apresentar um quadro patológico congênito chamado anquiloglossia (língua presa), ou seja, um frênulo anormalmente curto provocando limitações prejudiciais dos movimentos. Tal condição pode acarretar problemas no desenvolvimento do sistema estomatognático, desenvolvimento de fala e prejuízos na amamentação e desenvolvimento como um todo. OBJETIVO: avaliar a prevalência de fatores associados a anquiloglossia em recém-nascidos até o primeiro semestre de vida no município de currais novos. MÉTODO: Os bebês foram submetidos ao “Protocolo de avaliação do frênulo lingual com escores para bebês” para a coleta de dados, no centro de referência onde ocorre o projeto “Bebê saúde”. Os dados coletados durante a pesquisa passaram por uma análise estatística descritiva pelo programa SPSS 20.0 e feita associações entre as variáveis. RESULTADOS: Foram avaliados 313 recém-nascidos e como resultados encontramos no total 55 (17,6%) casos de anquiloglossia. Encontrou-se a proporção de 33 (21,7%) do gênero masculino e 22 (13,7%) do gênero feminino com presença de anquiloglossia, além de 10 fatores associados demonstrarem caráter significativo. CONCLUSÃO: O estudo pode diagnosticar e evidenciar, a partir da ferramenta usada, os principais fatores atrelados a patologia em questão. São eles: cansaço para mamar; postura de lábios em repouso, língua durante o choro, ponta da língua durante o choro, fixação do frênulo na face sublingual, fixação do frênulo no assoalho bucal, sucção não nutritiva, ritmo das sucções com pausa, coordenação entre sucção/deglutição/respiração e estalos da língua na sucção.
Abstract: The tongue is one of the muscles of extreme importance in the functions of sucking, swallowing, chewing and speaking, besides being responsible for the development of the structures around it. It may present a congenital pathological condition called ankyloglossia (tongue tie), that is, an abnormally short frenulum causing detrimental limitations of the movements. Such a condition can lead to problems in the development of the stomatognathic system, speech development and impairments in breastfeeding and development as a whole. PURPOSE: This study aims to evaluate the prevalence of factors associated with ankyloglossia in newborns up to the first semester of life in the city of Currais Novos. METHOD: The babies were submitted to the "Protocol of assessment of the lingual frenulum with scores for infants" for the data collection, in the reference center where the project "Baby health" takes place. The data collected during the research underwent a descriptive statistical analysis by the SPSS 20.0 program and made associations among the variables. RESULTS: A total of 313 newborns were evaluated and 55 (17.6%) cases of ankyloglossia were found as results. The proportion of 33 (21.7%) males and 22 (13.7%) females with ankyloglossia was found, and 10 factors associated were significant. CONCLUSION: The study can diagnose and evidence, from the tool used, the main factors linked to the pathology in question. These are: tiredness to suck; resting lips, tongue during crying, tongue tip during crying, fixation of the frenulum on the sublingual face, fixation of the frenulum on the buccal floor, non-nutritive sucking, sucking rhythm with pause, coordination between suction / deglutition / breathing and tongue cracking in suction.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8623
Other Identifiers: 20174000484
Appears in Collections:Residência Multiprofissional em Atenção Básica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCR.pdfPrevalenciadeFatoresAssociadosaAnquiloglossiaemRecemNascidos_Bezerra_20181.35 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons