Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8616
Title: Avaliação de prescrições de antimicrobianos em unidades básicas de saúde de um município do seridó potiguar.
Authors: Silva Junior., Fábio Coêlho
Keywords: Prescrição;Antimicrobianos;Unidade básica de saúde
Issue Date: 12-Feb-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA JUNIOR, F. C. Avaliação de prescrições de antimicrobianos em unidades básicas de saúde de um município do seridó potiguar. 2019. 34 f. Trabalho de Conclusão de Curso(Residência Multiprofissional em Atenção Básica)- Escola Multicampi de Ciências Médicas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Caicó, 2019.
Portuguese Abstract: Antimicrobianos estão entre os medicamentos mais consumidos na atenção primária, entretanto, prescrições ocorrem de forma não conforme, pondo em risco a segurança do paciente, podendo gerar impactos clínico e econômico. O presente estudo objetivou avaliar prescrições de antimicrobianos de todas as unidades básicas de saúde de Caicó-RN. Trata-se de estudo retrospectivo, descritivo, exploratório com abordagem quantitativa. Foram analisadas 1046 prescrições de antimicrobianos elaboradas durante o ano de 2016 e arquivadas nas farmácias destas unidades básicas de saúde. Todas as prescrições 1046 (100%) estavam não conformes com a legislação. Os itens não conformes mais frequentes foram ausência de carimbo e assinatura do farmacêutico atestando dispensação (100%), seguido de sexo (96,5%) e idade do usuário (96,5%), duração do tratamento (40,8%), via de administração (35,7%), informações que permitam contatar o prescritor (20,1%) e concentração (17,0%). Os antimicrobianos mais prescritos foram penicilinas com espectro estendido 347 (31,5%), macrolídeos 218 (19,8%) e cefalosporinas de primeira geração 185 (16,8%). O estudo demostrou a necessidade de instituir medidas de sensibilização dos prescritores sobre a importância de uma prescrição clara e sem ausência de itens fundamentais para que se possa imprimir segurança no uso do medicamento.
Abstract: Antimicrobials are among the most commonly consumed drugs in primary care, however, prescriptions occur in a non-compliant way, jeopardizing the patient's safety, and may generate clinical and economic impacts. The present study aimed to evaluate antimicrobial prescriptions of all basic health units of Caicó-RN. It is a retrospective, descriptive, exploratory study with a quantitative approach. A total of 1046 antimicrobials prescriptions prepared during the year 2016 were analyzed and stored in the pharmacies of these basic health units of Caicó-RN. All 1046 prescriptions (100%) were not in compliance with the legislation. The most frequent non-compliant items were the absence of the stamp and the signature of the pharmacist attesting to the dispensation (100%), user group (96.5%), user age (96.5%), duration of treatment (40.8%), administration route (35.7%), information that allows contacting the prescriber (20.1%) and concentration (17.0%). The most prescribed antimicrobials were penicillins with extended spectrum 347 (31.5%), macrolides 218 (19.8%) and first generation cephalosporins 185 (16.8%). The study showed the need to institute measures to sensitize prescribers about the importance of a clear prescription and without absence of fundamental items so that one can print safety in the use of the medicine.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8616
Other Identifiers: 20174000653
Appears in Collections:Residência Multiprofissional em Atenção Básica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC depósito FCSJ.pdf341.5 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons