Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8552
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLima, Kellen Carla-
dc.contributor.authorMedeiros, Ivonaldo Souza de-
dc.date.accessioned2019-02-18T12:01:48Z-
dc.date.available2019-02-18T12:01:48Z-
dc.date.issued2018-11-
dc.identifier2005028772pt_BR
dc.identifier.citationMEDEIROS, Ivonaldo Souza de. Eventos de precipitação intensa na bacia hidrográfica Piancó-Piranhas-Açu. 2018. 37 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Meteorologia) - Departamento de Ciências Atmosféricas e Climáticas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8552-
dc.description.abstractThe Piancó-Piranhas-Açu River watershed lays in the semi-arid region northeast of Brazil. The watershed has concentrated rainfall in a small period of the year and a strong interanual variability pattern, characterized by the alternation between years with a rainfall rate above average, regular rainfall rate and consecutive years of rates under the average, which result in long lasting draughts and low water avaliability. In this context, the research project aimed to identify the occurence of extreme rainfall events in the semi-arid Piranhas-Açu river’s watershed. For this purpose, data from observations and interpolated data of daily precipitaton was used in a grid of spacial resolution from 0,25º x 0,25º, according to the period between 1980 and 2015. From here onwards, a grouping analysis with the intention of identifying homogeneous sub regions of precipitation was used first, which wad certifed with the Silhoutte’s method. Then the Theory of Extreme Values was applied, in order to determine in which periods and levels the possible events of extreme rainfall return. Finally the tendencies of the rainfall rates were verified. Thereby the results presented two homogeneous precipitation regions, one dry and one humid. For the levels of return studied, extremes of intense precipitation are expected to occur in the west (A3) and south (A4) of the basin. Rainfall is expected to be greater than or equal to 54 mm over a period of 10 years. While to north (A1) and central (A2), amounts exceeding 49 mm of precipitation are expected. Climatic indexes have resulted in the trend of reducing wet days in a row. As well as elevation of isolated days with rain on the basin over the basin. Therefore it proved a change of the water availabilty in the watershed between then and now.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.rightsCC0 1.0 Universal*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/publicdomain/zero/1.0/*
dc.subjectAnálise de agrupamentopt_BR
dc.subjectSub-regiões homogêneaspt_BR
dc.subjectTeoria dos valores extremospt_BR
dc.subjectÍndices climáticospt_BR
dc.titleEventos de precipitação intensa na bacia hidrográfica Piancó-Piranhas-Açupt_BR
dc.title.alternativeEvents of intense precipitation in the Piancó-Piranhas-Açu River basinpt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.referees1Silva, Jonathan Mota da-
dc.contributor.referees2Castro, Vera Lúcia Lopes de-
dc.description.resumoA bacia hidrográfica do rio Piancó-Piranhas-Açu encontra-se totalmente inserida na região semiárida do Nordeste do Brasil. A bacia apresenta chuvas concentradas em poucos meses do ano e um padrão variabilidade interanual, caracterizado pela alternância entre anos de pluviosidade acima da média, próximo e anos consecutivos de abaixo da média, que resultam em secas prolongadas e baixa disponibilidade hídrica. O impacto da ocorrência de eventos extremos de precipitação causa desequilíbrio nos âmbitos socioeconômicos e socioambientais, devido a episódios de desastres naturais. Nesse contexto, a pesquisa tem como objetivo identificar a ocorrência de eventos extremos de chuva na bacia do semiárido do rio Piranhas-Açu. Para tanto, foram utilizados os dados interpolados de precipitação diária, em uma grade de resolução espacial de 0,25° × 0,25°, de acordo com o período disponibilizado de 1980 a 2015. Primeiramente, foi empregada a análise de agrupamento, com intuito de identificar sub-regiões homogêneas de precipitação, cuja averiguação foi pelo método de Silhoutte. Em seguida, foi aplicada a Teoria de Valores Extremos, a fim de determinar quais foram os períodos e níveis de retorno dos eventos intensos de precipitação. Posteriormente, verificaram-se tendências nos índices climáticos de precipitação. A análise de agrupamento indicou a formação de quatro sub-regiões homogêneas de precipitação. Para os níveis de retorno estudados, espera-se que os extremos de precipitações mais intensos ocorram no oeste (A3) e sul (A4) da bacia. Espera-se que haja precipitação maior ou igual a 54 mm/dia no período de 10 anos. Enquanto para norte (A1) e central (A2), espera-se quantidades superiores a 49 mm/dia de precipitação. Os índices climáticos encontraram como resultado a tendência da redução de dias úmidos seguidos. Como também elevação de dias isolados com chuva sobre a bacia. Portanto, pode-se aferir que há modificação na disponibilidade hídrica da bacia para os dias atuais, assim como no futuro.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentMeteorologiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
Appears in Collections:Meteorologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ExtremosdePrecipitacao_Medeiros_2018.pdf1.16 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons