Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8535
Title: Avaliação da possível influência do El Niño na variabilidade interanual da piscina quente do Atlântico Tropical Sudoeste
Authors: Silva, Ilana Carla Alexandrino da
Keywords: Variabilidade;ENOS;correlações;sinal;piscina quente;Variability;ENSO;correlations;signal;warm pool
Issue Date: 8-Dec-2017
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Ilana Carla Alexandrino da. Avaliação da possível influência do El Niño na variabilidade interanual da piscina quente do Atlântico Tropical Sudoeste. 2017. 49f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Meteorologia) - Departamento de Ciências Atmosféricas e Climáticas. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: O aumento da temperatura da superfície do mar (TSM) na bacia do Atlântico tropical tem motivado a comunidade científica a discutir suas causas locais, bem como os forçantes remotos, principalmente quando relacionados ao fenômeno El Niño. Pouco se sabe sobre a influência desse fenômeno remoto sobre a região de águas quentes no Oceano Atlântico tropical. Essa região, onde as temperaturas superficiais excedem 28°C, é usualmente reportada como piscina quente do Atlântico tropical Sudoeste (PQATSO). Com intuito de avaliar e entender melhor como as anomalias do Oceano Pacífico equatorial podem estar afetando remotamente o Oceano Atlântico tropical sobre a região da piscina quente, este estudo promoveu uma série de correlações espaço-temporais para investigar uma possível conexão. Para isso, associações entre as anomalias de TSM da região 3.4 do Pacífico e as anomalias de TSM e Temperatura do ar a 2m (T2M) sobre a PQATSO foram testadas estatisticamente, ao nível de 5%. Foram realizadas correlações defasadas no tempo entre os trimestres (MAM), (DJF) e (SON), na região do Pacífico contra o trimestre (MAM) no Atlântico tropical, período de ocorrência da piscina quente. Para tanto foram utilizados dados de reanálise do projeto Era Interim e dados medidos de TSM NOAA-Reynolds, que considera temperaturas observadas e distribuídas no espaço por um processo de interpolação otimizada. Os resultados principais indicaram que há um sinal do fenômeno El Niño sendo verificado sobre a área da piscina, como também nas regiões fora de sua influência sazonal. Esse sinal se verificou mais forte quando foram utilizadas correlações defasadas no tempo (6 meses) da época de maior desenvolvimento da piscina quente (Março a Maio). Quando foram considerados apenas os eventos fortes e muito fortes de El Niño, observamos comportamentos parecidos para as duas variáveis analisadas (TSM e T2M), que indicaram correlações positivas na borda oeste do Atlântico tropical a partir da região central do Equador onde o sinal do evento El Niño já é bem conhecido. Não foram verificadas correlações significativas para as anomalias do Pacífico em relação às anomalias da área da piscina quente, entretanto diversos fatores que atuam conjuntamente sobre esse fenômeno podem ter ocultado o real efeito nessa variável.
Abstract: The increase in sea surface temperature (SST) in the tropical Atlantic basin has been motivated the scientific community to discuss their local causes, as well as the remote forcing, particularly when related to the El Niño phenomenon. Little is known about the influence of this phenomenon on the remote region of warm waters in the Tropical Atlantic Ocean. This region, where the surface temperatures exceed 28°C, is usually reported as southwestern tropical Atlantic warm pool (SWATWP). In order to evaluate and better understand how the anomalies of the equatorial Pacific Ocean may be affecting Atlantic Ocean Tropical remotely on the warm pool, this study promoted a series of spatio-temporal correlations to investigate a possible connection. For this, associations between the anomalies of SST 3.4 Pacific region and anomalies of SST and air temperature to 2 m (T2M) about the SWATWP were tested statistically, the 5% level. Correlations were made obsolete in the time between the quarters (MAM), (DJF) and (SON), in the Pacific region against the quarter (MAM) in the tropical Atlantic, period of occurrence of the warm pool. For both data were used to the reanalysis project Era Interim and measured data for TSM NOAA-Reynolds, which considers temperatures observed and distributed in space for an optimized interpolation process. The main results indicated that there is a sign of the phenomenon El nino being checked on the pool area, as well as in the regions outside of your seasonal influence. This sign was found stronger when time lagged correlations were used for 6 months from the time of further development of the warm pool (March to may). When only the events were considered strong and very strong El Niño, we observe similar behaviors for the two variables analyzed (TSM and T2M), which indicated positive correlations on the western edge of the tropical Atlantic from the central region of Ecuador, where the sign of El nino event is already well known. No significant correlations were observed for anomalies in the Pacific in relation to of warm pool area anomalies, however several factors that act together on this phenomenon may have hidden the real effect in this variable.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8535
Other Identifiers: 2014056084
Appears in Collections:Meteorologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Avaliação_possível_influência_Silva_2017.pdfMonografia1.2 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.