Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8506
Title: Marcadores cardiometabólicos durante tempo sentado prolongado em adultos ativos e inativos
Other Titles: Cardiometabolic markers during prolonged sitting in active and inactive adults
Authors: Macêdo, Geovani de Araújo Dantas
Keywords: Estilo de vida sedentário;Sedentary lifestyle;atividade física;physical activity;exercício;exercise;fatores de risco;risk factors
Issue Date: 17-Dec-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MACÊDO, Geovani de Araújo Dantas de. Marcadores cardiometabólicos durante tempo sentado prolongado em adultos ativos e inativos. 2018. 32 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Departamento de Educação Física, Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal, RN, 2018.
Portuguese Abstract: O objetivo desse estudo foi analisar o comportamento de marcadores cardiometabólicos durante tempo sentado prolongado em adultos fisicamente ativos e inativos. Participaram do estudo 10 adultos fisicamente ativos (idade, 27,3 ± 4,9 anos) e 11 fisicamente inativos (idade, 26,3 ± 3,2 anos). Todos realizaram uma sessão de tempo sentado prolongado de 10 horas, com um total de quatro refeições padronizadas. Os níveis de glicose e pressão arterial foram medidos no jejum, antes e 1 hora após cada refeição e 2 horas após o almoço. Os níveis de triglicerídeos foram medidos no jejum, 2 e 3:30 horas depois do almoço. O modelo linear generalizado foi utilizado para comparar a área sob a curva incremental média (ASCi) dos níveis de glicose e triglicerídeos e a área sob a curva média (ASC) dos níveis de pressão arterial entre os grupos, com ajuste para os valores de jejum. O grupo fisicamente ativo apresentou menor ASCi média das 10 horas da glicose (β = -5,55 mg/dL•h, IC 95%: -9,75; -1,33; p = 0,010) e do período da manhã (β = -7,05 mg/dL•h, IC 95%: -12,12; -2,00; p = 0,006) comparado ao grupo fisicamente inativo. Não houve diferença da ASCi dos triglicerídeos (p = 0,517) e ASC da pressão arterial (ps > 0,145) entre os grupos. Em conclusão, adultos fisicamente ativos apresentam melhor controle glicêmico que adultos fisicamente inativos durante tempo sentado prolongado.
Abstract: The objective was to analyze the cardiometabolic behavior during a prolonged sitting session in physically active and inactive adults. Ten physically active adults (age, 27.3 ± 4.9 years) and 11 physically inactive (age, 26.3 ± 3.2 years) participated in the study. All performed a 10-hour long sitting session, with a total of four standardized meals. Glucose and blood pressure levels were measured at fasting, before and 1 hour after each meal, and 2 hours after lunch. Triglycerides levels were measured on fasting at 2 and 3:30 hours after lunch. The generalized linear model was used to compare the area under the incremental curve (AUCi) of the glucose and triglycerides levels, and the area under the curve (AUC) of the blood pressure levels between the physically active vs. inactive groups, with adjustment for fasting values. The physically active group showed lower mean blood glucose AUCi of 10 hours (β = -55.4 mg / dL • 10h, 95% CI: -97.5, -13.3, p = 0.010), and morning (β = -35.3 mg / dL • 5h, 95% CI: -60.6, -10.0, p = 0.006) compared to the physically inactive group. There was no difference in triglycerides AUCi (p = 0.517) and blood pressure AUC (p > 0.145) between groups. In conclusion, physically active adults have better glycemic control than physically inactive adults during prolonged sitting time.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8506
Other Identifiers: 2014093640
Appears in Collections:Educação Física (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARCADORESCARDIOMETABÓLICOS_Macêdo_2018.pdf524,88 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons