Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/838
Title: Controle financeiro X poupança: um estudo de caso com os alunos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Authors: MARQUES, Gilson Silva
Keywords: Planejamento financeiro;Controle orçamentário pessoal;Poupança;Conhecimento sobre finanças
Issue Date: 2014
Publisher: Administração
Citation: MARQUES, Gilson Silva. Controle financeiro X poupança: um estudo de caso com os alunos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 2014. 66f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) – Departamento de Administração, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Abstract: O presente trabalho científico tem como objetivo analisar se o controle financeiro pessoal, feito regularmente, pode contribuir para formar poupança, permitindo assim gerar renda futura ao aluno da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. A pesquisa se faz oportuna por dois motivos: os atuais desequilíbrios financeiros encontrados pelas famílias brasileiras, em função do descontrole financeiro, e a situação precária pela qual passa a gestão dos fundos previdenciários. E, como o aluno da universidade faz parte desse contexto, tratamos de conduzir o estudo direcionado especificamente ao estudante na tentativa de ajudá-lo a transpor esse obstáculo. Assim, foi realizada uma pesquisa de campo, através de um questionário com 21 perguntas, sobre dados sócio-econômicos, perguntas fechadas procurando saber como o aluno gerencia seus rendimentos, e, questões em escala intervalar para saber da sua percepção frente ao planejamento financeiro. Nessa busca foram observados aspectos importantes como: o compromisso do aluno com o controle financeiro, através da feitura de um orçamento de despesas pessoais, dados sobre o comportamento de compra e o conhecimento sobre investimentos. Através da investigação nos foi possível observar também que, uma parte significativa dos alunos controla a sua renda, não se consideram endividados, e que não possuem prestações em atraso. Outra informação importante, diz respeito ao fato de que, para uma parte significativa dos entrevistados, sobra algum dinheiro no final do mês para investir. Os resultados encontrados após a realização da pesquisa podem ser considerados positivos, quando vemos que boa parte dos que controlam suas receitas, através de um orçamento financeiro, também poupam, pesquisam preços e resistem a fazer prestações. Os dados sobre endividamento foram surpreendentes, demonstrando o cuidado que os alunos estão tendo com essa questão. Sugiro um maior aprofundamento para saber se o maior controle, feito por alguns, encontra exemplo no comportamento financeiro mais moderado dos pais. Outro ponto que pode ser abordado é: saber se a dificuldade encontrada, não pelo aluno universitário, mas sim pela população em geral, com relação ao orçamento pessoal, guarda relação com a formação obtida na educação básica, em especial, ao conhecimento sobre matemática. Portanto, apesar do controle financeiro ser relativamente bem feito por alguns alunos, foi verificado que o menor conhecimento sobre investimentos, também é impactante na formação de poupança por parte do aluno da UFRN, sendo necessária uma intervenção da instituição para tentar minimizar ou eliminar essa dificuldade existente.
Description: Participaram da Banca Examinadora os Professores Gabriel Martins de Araújo Filho (UFRN) e Fernando Roberto Cavalcante Bandeira do Amaral (UFRN).
URI: http://monografias.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/838
Appears in Collections:Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GilsonSM_Monografia.pdfTexto completo768.24 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.