Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8364
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAraújo, Maria Valéria Pereira de-
dc.contributor.authorAlves, Rebeka Coelho de Almeida-
dc.date.accessioned2018-12-28T12:54:07Z-
dc.date.available2018-12-28T12:54:07Z-
dc.date.issued2018-12-10-
dc.identifier2013530633pt_BR
dc.identifier.citationALVES, Rebeka Coelho de Almeida. Consumo colaborativo e valores pessoais: um estudo sobre o comportamento de consumo dos usuários de coworking em Recife. 2018. 65f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração), Departamento de Administração, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8364-
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.subjectConsumo colaborativopt_BR
dc.subjectEconomia compartilhadapt_BR
dc.subjectCoworking;pt_BR
dc.subjectValores pessoaispt_BR
dc.subjectComportamento do consumidorpt_BR
dc.titleConsumo colaborativo e valores pessoais: um estudo sobre o comportamento de consumo dos usuários de coworking em Recife.pt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.description.resumoO presente trabalho faz uma análise do comportamento de consumo dos usuários de coworking na cidade do Recife, levando em consideração os Valores Pessoais e o Consumo Colaborativo. Diante do acelerado crescimento de coworkings na cidade, baixa quantidade de estudos acerca do tema e necessidade de compreender o que leva indivíduos a consumir coworking, o estudo utiliza uma ferramenta e construtos previamente validados para quantificar e embasar o trabalho. Justifica-se ao passo que há benefícios para a comunidade de coworking, como a maior compreensão mercadológica e melhor canalização de recursos. Tem por objetivo analisar os fatores que influenciam o consumo colaborativo de coworkings em Recife. Para tanto, foi aplicado o instrumento de pesquisa com 89 respondentes e tratado a partir do software estatístico IBM SPSS. Os resultados concordam com a escala de Pizzol (2015) e Schwartz (1993) e inferem que há uma predominância da geração Millenials, que possuem universalismo, benevolência e hedonismo como valores pessoais e Economia de custos e Confiança, crença no bem comum e consciência socioambiental como dimensões de consumo colaborativo mais relevantes. Espera-se que o presente trabalho sirva como propulsor de pesquisas estatísticas acerca de coworkings e que sirva de embasamento para as políticas e estratégias adotadas por coworkings no Recife.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentAdministraçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
Appears in Collections:Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ConsumoColaborativo_Alves_20181,24 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.