Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8360
Título: O processo de autorregulação da aprendizagem de alunos da UFRN atendidos pelo Programa Hábitos de Estudo em 2017
Autor(es): Silva, Rebeca Martins Faustino
Palavras-chave: Análise Multivariada;Multivariate Analysis;Estratégias de Aprendizagem;Learning Strategies
Data do documento: 19-Dez-2018
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: SILVA, Rebeca Martins Faustino. O processo de autorregulação da aprendizagem de alunos da UFRN atendidos pelo Programa Hábitos de Estudo em 2017. 2018. 46f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Estatística) - Departamento de Estatística, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Resumo: O desenvolvimento de competências associadas à aprendizagem autorregulada para alunos dos cursos de graduação é uma das metas do Programa Hábitos de Estudo, tutelado pela UFRN. Esta pesquisa tem como objetivo compreender o Processo de Autorregulação da Aprendizagem (Processo de ARA) dos universitários da UFRN, os quais participaram do Plantão de Orientações de Estudo-POE, em 2017. Para realização da referida pesquisa foi escolhida a população formada por todos os 50 alunos atendidos pelo POE no referido ano; dela se extraiu os dados que sustentaram a parte empírica deste estudo. O desenvolvimento de competências da autorregulação no Ensino Superior é fundamental para que o aluno consiga um aprendizado de qualidade e permaneça engajado na sua trajetória acadêmica, por isso, o desenvolvimento de tais competências tem sido um tema muito investigado por vários estudiosos, tais como: ALMEIDA, SOARES & FERREIRA, 2000; MAGALHÃES & ROSÁRIO, 2009; SALGADO, POLYDORO & ROSÁRIO, 2013; ALMEIDA, ARAÚJO & MARTINS, 2016. Nesse sentido, este estudo pesquisou a frequência do uso de estratégias de aprendizagem dos mencionados alunos, o quanto eles consideram útil fazer uso de Estratégias de ARA, e a crença que eles têm na própria capacidade de realizá-las. Em relação ao tratamento dos dados, foi utilizada a Análise Exploratória de Dados (Box-Plot, Histogramas, Gráficos em Barras e Gráficos de Dispersão) e Estatística Multivariada (Análise de Agrupamentos). O resultado das análises apontou que é frequente o uso das Estratégias de ARA pelos alunos e que, na percepção deles, essas estratégias são muito úteis para a sua vida acadêmica. Isto sinaliza que o uso dessas estratégias é um recurso a se somar na construção do melhor aprendizado dos universitários. Além disso, os dados indicaram que o Processo de Autorregulação da Aprendizagem dos participantes se mostrou bem articulado com o uso de tais estratégias e que os alunos participantes utilizam muito bem as estratégias de execução e monitorização do próprio comportamento frente aos estudos; as estratégias de avaliação, que permitem analisar a relação entre o produto de aprendizagem, e, o Plano de Metas. No entanto, os dados mostraram que os estudantes ainda não usam, suficientemente, os recursos de planejamento estratégico em seus estudos. De modo geral, os participantes consideraram útil o uso desses recursos estratégicos, porém, os dados expõem que eles ainda precisam melhorar, quanto à crença na própria capacidade de aplicar esses recursos em seus estudos.
Abstract: The development of self-regulated learning competences for undergraduate students is one goal of the Study Habits Program, which is supervised by UFRN. This research aims to understand the Self-Regulation Learning Process (ARA Process) of UFRN university students who participated in the Study Guide-POE, in 2017. The population of all 50 students attended by the POE in that year was chosen to carry out the empirical part of this study. The development of self-regulation competences in Higher Education is fundamental to the student to achieve a quality learning and to stay engaged, therefore, the development of such competences has been a subject much investigated by several scholars, such as: ALMEIDA, SOARES & FERREIRA, 2000; MAGALHÃES & ROSÁRIO, 2009; SALGADO, POLYDORO & ROSÁRIO, 2013; ALMEIDA, ARAÚJO & MARTINS, 2016. In this sense, this study investigated the students’ use frequency of learning strategies, how much they consider useful to use ARA strategies, and their belief in their own ability to realize them. Regarding the data treatment, Descriptive Statistics were used (Histograms, Bar Graphs and Dispersion Graphs); Exploratory Data Analysis (Box-Plot) and Multivariate Statistics (Analysis of Clusters). The results indicated that students' ARA strategies are often used and they perceive that these strategies are very useful for their academic life. It indicates that the use of these strategies is a resource to improve the students learning. In addition, the data indicated that the Self-Regulation Learning Process of the participants was well articulated with the use of such strategies and that those students use very well the strategies of execution and monitoring of their own behavior towards the studies; the evaluation strategies which allow to analyze the relationship between the learning product and the Goal Plan. However, the data show that students still do not use sufficiently the strategic planning resources in their studies. Overall, participants considered the use of these strategic resources useful but the data show that they still need to improve their belief in their ability to apply those resources in their studies.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8360
Outros identificadores: 2012984187
Aparece nas coleções:Estatística

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
OProcessodeAutorregulaçãodaAprendizagem_Silva_2018.pdf1,53 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons