Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8344
Title: Avaliação in vitro do desvio apical em ampliação foraminal após preparo com sistemas endodônticos mecanizados
Authors: Rosado, Gabriel Moreira
Keywords: Ápice dentário;Endodontia;Instrumentação
Issue Date: 5-Dec-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ROSADO, Gabriel Moreira. Avaliação in vitro do desvio apical em ampliação foraminal após preparo com sistemas endodônticos mecanizados. 2018. 21 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em odontologia) - Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: Introdução: O tratamento endodôntico objetiva a manutenção do dente em função. Para sucesso desta terapia, é imprescindível que sejam obedecidos princípios científicos, mecânicos e biológicos, o que está diretamente ligado ao sucesso ou insucesso da terapia endodôntica. O preparo do canal radicular é das etapas mais importantes da terapia, diante disso, a escolha da técnica e material adequado é de suma importância na endodontia. Objetivo: Avaliar o grau de desvio apical em ampliação foraminal com três protocolos: técnica Mullaney, Waveone gold (Dentsply Maillefer, Ballaigues, Suiça) e X1 blue (MK Life, Porto Alegre, Brasil). Metodologia: Foram utilizados 30 molares inferiores, em que foi trabalhado na raiz mesio-vestibular. Inicialmente, os dentes foram acessados e padronizados em blocos de silicone de condensação para avaliação do ângulo e classificação proposta por Schneider. Depois de instrumentados, os dentes foram radiografados nos mesmos blocos padronizados e de posse dos resultados obtidos, foram comparados estatisticamente no Software BioEstat 5.0. Resultados: Após análise estatística, foi possível evidenciar que em todos os grupos, houve diferença (p<0,05) quando comparado os ângulos iniciais e finais Conclusão: todos os métodos de instrumentação pesquisados apresentou algum grau de desvio da trajetória do canal radicular, no entanto, em analise descritiva, os grupos tratados com instrumentos automatizado em níquel titânio apresentaram melhores resultados quando comparados ao tratamento com técnica Mullaney.
Abstract: Introduction: Endodontic treatment aims to maintain the tooth functional. For the success of this therapy, it’s important to follow some mechanics and biologicals scientifics principles. This is directly related to the success or failure of the endodontic therapy. The preparation of root canal is the most important task of the therapy, in front of that, the choice of technique and material represents extreme importance. Objective: evaluate the degree of apical displacement in extension with three protocols: Mullaney technique, Gold wave (Dentsply Maillefer, Ballaigues, Switzerland) and X1 blue (MK Life, Porto Alegre, Brazil). Methodology: 30 mandibular molars were used, in which the mesiobuccal root was worked. Initially, the teeth were accessed and standardized in blocks of condensation silicone for evaluation of the angle and classification proposed by Schneider. After worked, the teeth were radiographed in the same blocks patterns. The results were compared statistically in BioStat 5.0 Software. Results: the statistical analysis showed that all groups had a failure (p <0.05) when the initial and final angles were compared. Conclusion: all instrumentation methods corroborated some degree of deviation of the root canal trajectory, however, in a descriptive analysis, the groups treated with automated instruments in nickel titanium showed best results when compared to the treatment with Mullaney technique.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8344
Other Identifiers: 2014079113
Appears in Collections:Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC ARTIGO Gabriel final.pdf568.34 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons