Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8096
Title: Hábitos de sono de estudantes universitários no interior do Rio Grande do Norte
Other Titles: Sleep habits of university students in the interior of Rio Grande do Norte
Authors: Lopes, Xaize de Fátima de Medeiros Lopes
Keywords: sleep and wake cycle;teenagers;students
Issue Date: 5-Dec-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LOPES, Xaize de Fátima de Medeiros. Hábitos de sono de estudantes universitários no interior do Rio Grande do Norte. 2018. Artigo Científico (Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Santa Cruz, 2018.
Portuguese Abstract: Estudantes universitários apresentam problemas de sono. Considerando a interiorização das universidades, torna-se necessário estudar o padrão de sono/vigília de universitários do interior do Rio Grande do Norte. Portanto, o objetivo foi avaliar se a carga horária semanal de aula, ano, tipo do curso e cronotipo influenciam nos horários de dormir e acordar, no jetlag social, na duração e qualidade de sono, e na sonolência diurna dos universitários. O estudo foi desenvolvido com estudantes da Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, localizada em Santa Cruz-RN, através da aplicação dos questionários. A maioria dos estudantes (77%) apresentaram qualidade de sono ruim e 48% sonolência diurna excessiva, sendo os estudantes do 3º período que apresentaram pior qualidade de sono. Houve tendência dos estudantes à matutinidade (36%). O indivíduo com cronotipo vespertino dorme e acorda mais tarde na semana e no final de semana, e apresenta Jetlag e MSFc maior, em comparação ao matutino e intermediário. Os estudantes do curso de Fisioterapia acordam mais cedo na semana em relação aos estudantes dos outros cursos, e possuem MSFc (59min) e horário de acordar no final de semana (1:13min) mais cedo que os estudantes de Psicologia. Indivíduos com carga horária maior, dormem mais tarde no final de semana. Portanto, os universitários fazem parte de um grupo que apresentam problemas de sono, mesmo estando em áreas de contexto menos urbanizados.
Abstract: College students have sleep problems. Considering the internalization of the universities, it is necessary to study the sleep / wake pattern of university students from the interior of Rio Grande do Norte. Therefore, the objective was to evaluate if the weekly class time, year, course type and chronotype influence the hours of sleep and wake, social jetlag, duration and quality of sleep, and daytime sleepiness of university students. The study was developed with students from the Faculty of Health Sciences of Trairi, located in Santa Cruz-RN, through the application of questionnaires. The majority of the students (77%) presented poor sleep quality and 48% excessive daytime sleepiness, and the third-grade students presented worse sleep quality. Students tended to be matutinal (36%). The individual with evening chronotype sleeps and wakes up later in the week and at the weekend, and presents Jetlag and MSFc higher compared to morning and middle. Students in the Physiotherapy course agree earlier in the week to students in other courses, and have MSFc (59min) and wake-up time at the weekend (1: 13min) earlier than students in Psychology. Individuals with a longer workload sleep later in the week. Therefore, university students are part of a group that presents sleep problems, even though they are in less urbanized contexts.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/8096
Other Identifiers: 2014088426
Appears in Collections:FACISA - Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC xaize final 18.12.pdf
Restricted Access Until 2021-12-25
Monografia ainda será submetida para publicação em revista.
1.1 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons