Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/8070
Title: Influência de carboidratos não-estruturais sobre o rebrotamento de espécies arbóreas da Caatinga
Authors: Costa, Ana Beatriz Lopes
Keywords: Estresse ambiental, Desfoliação, Reserva energética, Alocação.
Issue Date: 14-Nov-2018
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: COSTA, Ana Beatriz Lopes. Influência de carboidratos não-estruturais sobre o rebrotamento de espécies arbóreas da Caatinga. 2018. 20 f. Monografia (Graduação em Ecologia) – Curso de Ecologia, Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: Na ausência de estresses ambientais ou antrópicos, as espécies vegetais apresentam diferentes estratégias na alocação de reservas energéticas em diferentes compartimentos da planta, principalmente nas raízes. No entanto, os conteúdos de Carboidratos não-estruturais (CNEs) podem sofrer alterações com a necessidade da planta recuperar biomassa foliar após distúrbios. Foi verificado como as reservas energéticas de amido e açucares não-redutores (ANRs) variam em nove espécies da caatinga após simulação de perda de folhas. O experimento foi realizado com indivíduos juvenis dos quais alguns sofreram desfoliação total e outros tiveram sua biomassa foliar mantida. Plantas juvenis da Caatinga apresentaram diversas estratégias na alocação de CNEs ao sofrerem desfoliação. Amburana cearenses e Cochlospermum vitifolium reduziram suas concentrações de amido radicular após desfoliação, indicando o uso para recuperação da biomassa foliar. As demais espécies apresentaram a manutenção do CNE radicular, demonstrando uma estratégia mais conservadora na utilização dos recursos. Foi encontrado uma relação positiva entre os conteúdos de CNEs e o armazenamento de água nas raízes, tal fato indica que a manutenção de altos conteúdos de CNEs em espécies da Caatinga podem estar relacionados não apenas com a recuperação da biomassa após estresses ambientais ou antrópicos, mas também é um importante mecanismo para manutenção do potencial osmótico da raiz e armazenamento de água.
Abstract: In the absence of environmental or anthropic stress, plant species present different strategies to storage reserves in the different plant compartments, mainly in the roots. However, non-structural carbohydrates content (NSCs) may change with the plant need to recover biomass after disturbances. In the present work, we verified how NSCs changed after defoliation events. The experiment was carried with juvenile individuals, some of which suffered total defoliation while others had their leaf biomass maintained. Juvenile plants of the Caatinga presented several strategies in the allocation of CNEs after defoliation. A. cearensis and C. vitifolium species reduced their starch concentrations after defoliation, indicating the use of storage starch for biomass recovery. The other species preserved their root CNEs, demonstrating a more conservative strategy. A positive relationship was found between CNE contents and water storage in the roots. This indicates that the maintenance of high CNE storage in Caatinga plant species may be related not only to biomass recovery after grazing, but also as an important mechanism for root water storage.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/8070
Other Identifiers: 2014088186
Appears in Collections:Ecologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
InfluenciaCarboidratosCaatinga_Costa_2018.pdf292,8 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons